Blue Eyes

Blue Eyes

quarta-feira, 4 de junho de 2014

As minhas pernas já estavam a tremer. Começa a fraquejar. Mas nem isso me fez abrandar o ritmo de continuar a comer a Miss Blue Eyes. As pernas dela estavam apoiadas nos meus ombros e, com mudanças de ritmo, sentia cada centímetro da Miss Blue Eyes.
Estava toda molhada e o meu caralho cada vez mais duro.
Penetrei-lhe mais fundo e agora com mais força.

Começei a sentir a cabeça do meu caralho ligeiramente dorida num misto de dor e prazer. Ainda estava longe de me vir.
A Miss Blue Eyes implorava-me que a fodesse com mais força e mais rápido. Sentia que estava prestes a explodir e só tinha de manter o ritmo. 
Afastei-lhe ainda mais as pernas para por o meu pau todo dentro de si. 
Entrou todo. 
Não sobrou nada. Cada movimento, entrava tudo. 
A Miss Blue Eyes revirava os olhos de tanto prazer, tesão que sentia. Mordia os lábios em sinal de satisfação. 
A Miss Blue Eyes é uma foda única e não me podia dar ao luxo de lhe pedir para descansar.
Quanto mais fodíamos, mas a Miss Blue Eyes puxava por mim.
Estava doida e cheia de tesão.
- Fode-me caralho, dizia ela.
- Ahhh.. ahhh.. Hummm.. Tão booomm.. 

- (splash) Gostas?? Hein?! Minha puta... Ahhhhh
- Gostas puta? 
Agarrei-lhe nos cabelos, e agarrei no meu caralho com força e bati até me vir na boca da Miss blue Eyes.
Um orgasmo único, ela procurava sugar-me como quem procurava mais. 
Dizia: Que saboroso, gosto tanto bebê-lo.

Sem comentários:

Enviar um comentário