Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 24 de junho de 2014

Não parava de gemer

Eu já estava toda molhadinha, ele todo teso. Os nossos olhares gritavam desejo 
Puxou-me e deu-me um beijo envolvente.
Eu acariciava a pila dele por cima das calças, que já estava dura.
Queria-a tanto...queria-o tanto... 
Subiu o meu vestido e agarrou o meu cu.
- Vira-te lá de costas, ordena o Mr Blue Eyes!
Virei-me e empinei o cu para ele ver melhor. Acariciou-o, apalpou-o e puxou-o para ele.
O desejo estava latente.
- Queres muito que te foda?
- Quero...
- Pede...
- Fode-me...quero tanto que me fodas...
Tirei a pila dele estava, babada, tesa. E eu queria come-la toda... 
Sentir aquele caralho a entrar na minha boca ainda me deu mais vontade de o ter a foder-me toda.
Apertei-o com os meus lábios, abocanhei-o enquanto podia.
- Já chega...agora quero foder-te. Levanta-te.
Agarrou-me no cu e meteu-a dentro de mim, devagarinho. Sentia-me a ficar cada vez mais quente à medida que ele ia entrando. Depois de a meter toda, tirou-a quase toda e voltou a meter devagarinho. Ia fazendo estes movimentos lentos e inteiros. Fazia-me sentir formingueiros de prazer, pequenos pontos que me deixavam ansiosa por entradas impetuosas, mas que ao mesmo tempo me iam preenchendo e deixando em delírio. 
Foi acelerando. 
Senti o calor a preencher-me. 
Um arrepio percorreu o meu corpo todo, vim-me.
Mr Blue Eyes assumiu o ritmo rápido.
Ele agarrava-me com força. Eu sentia-o...
Eu via-me a ser fodida, acariciada, admirada...aquela visão excitava-me tanto...Vim-me. 
Não parava de gemer.
Mr Blue Eyes fodia-me com força, profundamente, comia-me toda.
Eu estava em êxtase, contorcia-me, contraía-me, entregava-me... Quase a vir-me, soltei um grito de prazer.
Vim-me, num ritmo alucinante, e vim-me outra vez.
Eu ainda sentia réplicas do orgasmo. Mr Blue Eyes veio-se e eu vim-me novamente. 

Sem comentários:

Enviar um comentário