Blue Eyes

Blue Eyes

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Partilhar o prazer que sinto, partilhando o prazer que quero que sintam. 
A vida é tão bela e deve ser vivida partilhando o melhor de nós com os outros. 
E se podemos juntar beleza, prazer, luxúria, tesão num só momento, porque não saber explorar da melhor forma?
E quero pegar noutra mulher e lambe-la. Lambe-la, lambe-la, lambe-la. Não sai dali sem se vir. Não a quero foder. Não quero que me sinta, sem primeiro ceder à minha língua. Quero saborear-lhe o líquido, como um vampiro saboreia a sua vítima. Tem de fraquejar de prazer. Uma, duas, três vezes.

Sem comentários:

Enviar um comentário