Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 3 de junho de 2014

Peço que ela se ajoelhe á minha frente.
-Quero sentir a tua boca.
Miss Blue Eyes ajoelhou-se, eu já me encontrava todo nu. Já me encontrava ligeiramente teso de prazer, e ela com a sua língua começou a lamber desde as bolas até a ponta do meu caralho, enchendo-o de saliva. Lambeu três vezes, ao fim da terceira enterrou a boca no meu pau já rijo.
Ela começou num vai e vem lento e aos poucos foi acelerando o ritmo, tocando por vezes com a língua nos meus testículos, eu gemia, e ela acelerava ainda mais. 
Eu agarro nos cabelos e digo:
- Fode esse caralho com essa boca gulosa.
A Miss Blue Eyes acelerou até que eu com um puxão a fiz parar.
Estava em brasa e foi a minha vez de a deixar em brasa.
Enterrei a minha cara na gruta dela, começei a provocar um tornado com a minha língua na cona dela, fazendo com que ela explodisse na minha boca.

Sem comentários:

Enviar um comentário