Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 24 de junho de 2014

veio-se, sem aviso

"Esperei por este momento..." 
Ele encostou-me a uma parede, puxou a minha perna para a cintura dele e começou a subi-la devagarinho com a mão.
Sentia o caralho dele.
Comecei a mordiscar-lhe a orelha, o pescoço, e fui surpreendida com dois dedos dentro de mim.
Agarrei-o com força.
"Gostas, não é?"
- "Adoro..." 
Começou a meter e tirar os dedos e eu agarrava-o com força, mordia-o, puxava-lhe os cabelos.
Afastou as minhas pernas e começou a lamber-me devagarinho o clitóris, passei-me. Gemi...
Depois de um orgasmo que me levou ao extremo, deixou-me toda arrepiada, tão excitada e molhadinha.
 "Agora é a tua vez." 
Eu estava ansiosa para mamar no caralho, por lhe dar prazer.
Ajoelhei-me e passei a bater-lhe uma punheta, a um ritmo lento e levei a minha língua aá cabeça dele. Vi-o a arrepiar-se todo.

O caralho do Mr Blue Eyes estava completamente teso.
Lambi-o de baixo para cima.
Com uma mão apontou o caralho para a minha boca e com a outra empurrou a minha cabeça.
Meti-o todo dentro da minha boca.
Ele gemeu.
-Chupa.
Eu continuei a metê-lo todo dentro da minha boca, chupei e chupei, fui alternando com umas entradas menos profundas, mas mais rápidas e com a língua a ajudar à festa. Ele não largava a minha cabeça e meteu a outra mão nas minhas mamas. Eu continuava a comer aquele caralho, tirava-o da boca e, batia uma punheta, chupava-lhe e lambia-lhe a cabeça. Depois voltava a metê-lo dentro da boca e a chupá-lo todinho.
Ele beliscava-me os mamilos, já me segurava na cabeça pelos cabelos, e, de repente, veio-se, sem aviso.
Eu senti o caralho do Mr Blue Eyes a palpitar, a inchar e depois um líquido quente a sair disparado para a minha boca. 
Engoli e lambi o caralho dele até que ficasse toda limpinha.


Sem comentários:

Enviar um comentário