Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 22 de julho de 2014

Broche fantástico

Sem me deixar falar Miss Blue Eyes deita-se na cama e beija-me na boca dizendo que estava cheia de tesão.
A mão dela apertou-me o caralho, deixei-me levar.
A mão da Miss Blue Eyes rapidamente foi substituída pela sua boca, abocanhou a cabeça.

Fez-me um broche fantástico, chupando-me os colhões e lambendo todo o comprimento do meu pau sempre sem deixar de me punhetar.
Não aguentei e anunciei que ia me vir, ela enterrou-o todo na boca bebendo todo o leite que deitei.
Deu-me a cona para eu lamber enquanto me chupava novamente o pau. Sabia bem a cona da Miss Blue Eyes, toda depilada, lambi, lambi, lambi e ela veio-se.
Eu já estava pronto e  ela sentou-se em cima do meu pau...
Que apertadinha, fodeu-me com perícia. Quando se cansou, colocou-se de quatro e mandou-me comer desta forma. Não sei quanto tempo a fodi assim nem quantos orgasmos ela teve e mais uma vez pediu para mudarmos, deitou-se e apanhando as pernas com os braços expôs toda a sua cona para mim que sem pensar a penetrei, mas ela disse que não, que queria no cu.

Olhei para ela e assim fiz, com todo o cuidado penetrei-a. Foi uma sensação extraordinária.
O cu da Miss Blue Eyes é super apertado, tão rugoso, tão quente que em menos de dez minutos me vim, deixei-me cair na cama exausto e ofegante.

Sem comentários:

Enviar um comentário