Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 22 de julho de 2014

Mete-o! Quero-o lá dentro.

Passaste-me a mão nas minhas mamas, beijavas-te o meu pescoço, as orelhas, a boca, a tua lingua quente percorria-me.
Levantaste-me a saia, puxaste-me as cuecas para o lado, passaste os dedos pela cona encharcada, meteste os dedos lá dentro. Queria-te dentro de mim...
Desapertei-te as calças. estavas duro, molhado.
Sabes não lhe resisto, adoro senti-la na boca dura, quente, babada. Quero chupar, lamber, sugar.
Não aguentava mais, queria sentir-te dentro, queria sentir-te vir.
E tu sabias... sabias que estava doida, que te queria...
Brincavas com os dedos enquanto me chupavas e lambias os mamilos, e  beijavas a minha boca.
Eu estava perto de rebentar, queria-te dentro!
Mas a tortura não parava... e tu brincavas com os dedos, eu só pensava, mete-o, mete-o bem lá dentro, bem fundo.
Não aguentei e disse-to:
Mete-o! Quero-o lá dentro.
E a tortura acabou...
Meteste-o fundo, com força como sabes que gosto.
Não demorei um minuto a vir-me...

Sem comentários:

Enviar um comentário