Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 29 de julho de 2014

Movimentos rápidos e violentos

Arrisquei apalpar-lhe a cona, a que Miss Blue Eyes acedeu, facilitando a penetração dos meus dedos, e era um autêntico mar de água. 
Miss Blue Eyes dirige-se a mim, e começa a chupar-me o caralho com movimentos circulares de língua procurando que a sua boca ficasse bem preenchida e a trabalhar-me os testículos com lambidelas longas e molhadas.
Avisei-a que a continuar assim ia-lhe inundar a garganta. 
Miss Blue Eyes ao ouvir a minha advertência disse de imediato que queria que me viesse na sua boca. Não demorei muito a realizar-lhe o desejo, pois enchi-lhe a boca de enorme quantidade esperma . Pediu-me que as beijasse.
Deitámo-nos e recomeçamos as carícias, os beijos, as lambidelas e chupadelas, e então, fui por trás e comecei a esfregar a cabeça do meu caralho nos lábios inchados daquela cona, alastrando os movimentos até ao seu cuzinho.
Quando lhe toquei de forma mais forte no rabo, estremeceu, suspirou e pediu-me que a penetra-se um pouco o cuzinho apertadinho, e eu com cuidado pressionei o meu caralho contra o seu orifício, que se abriu devagar até aos tomates.
Comecei a movimentar-me, primeiro de forma lenta e cadenciada e depois de forma mais alternada, entre os movimentos suaves e lentos e os movimentos rápidos e violentos, a que ela respondia com gemidos e estremeções do corpo.
Que sensação!
Não tardou que a Miss Blue Eyes atingisse o êxtase e gritasse de prazer, mas eu estava cheio de tesão e não me tinha vindo, retirei o meu caralho do cu da Miss Blue Eyes, limpo o caralho a uma toalhita, e penetro aquela cona humida, totalmente encharcada de líquidos, Miss Blue Eyes beijava-me apaixonadamente.
Completamente fora de mim, fodo aquela cona com força , batidas fortes e rápidas, após meia dúzia de penetrações vi-me dentro daquela cona, inundando-a de esperma.....atingiu.

Sem comentários:

Enviar um comentário