Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Um sopro quente e profundo

O tesão de ambos era grande.
Eu estava disposto a dar tudo... Com jeito a despi e deitei-a sobre a cama dando-lhe beijos enquanto acariciava-lhe os seios.
Lentamente fui descendo com meus lábios, beijando-a suavemente e, ao chegar aos seios, passei a mordiscá-los levemente, quase ao ritmo da música. Desci meus lábios e cheguei á gruta. Utilizando apenas os lábios, enquanto com as mãos acariciava as mamas. Miss Blue Eyes instintivamente, abriu um pouco mais as pernas e enterrou as mãos nos meus cabelos como a querer conduzir-me para a sua gruta deliciosa.
Gentilmente desviei-me. Ela percebeu que iria ser do meu jeito. Livrei-me das mãos sobre a minha cabeça, voltei aproximar a minha boca da cona e ela abriu-se para mim.
Rocei os meus lábios naquela rosa quente, num toque bem subtil, abri aqueles labios daquela cona para que pudesse sentir o que eu iria fazer a seguir. Entreabrindo os lábios, de forma a deixar a parte mais sensível exposta, soprei. Um sopro quente, profundo, que ela pudesse sentir.
Repeti o sopro duas ou três vezes arrancando-lhe suspiros, e quanto ela imaginou que então eu cairia de boca, subi novamente... suave e lentamente, roçando os meus lábios no corpo até chegar as mamas tesas e cheias de desejo.
Após beijá-las, mordiscá-las e chupá-las, repeti a operação. Ao descer, notei-a inteiramente molhada. Neste ponto resolvi penetrá-la.
Penetrei-a observando a reacção da Miss Blue Eyes, vendo-a gemer de prazer, Resolvi penetrá-la mais fundo, tirando novamente até a ponta e retornado mais profundamente até que toquei-a bem fundo.
Ela contorcia-se, no vai-e-vem Miss Blue Eyes passou a ter orgasmos múltiplos! 
Deixei-a, entretanto, chupar-me, abocanhou-me, o pau bem dentro boca, Miss Blue Eyes queria senti a minha esporradela, não conseguia aguentar mais, vi-me ruidosamente dentro daquela boca que não parava de chupar todo o meu caralho, não conseguia estar mais de pé, tinha perdido as forças, e deixei-me cair na cama... 
Tinha-me deixado KO.

Sem comentários:

Enviar um comentário