Blue Eyes

Blue Eyes

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Espetei, e espetei...

Abri a porta e a Miss Blue Eyes já estava descalça e sentada na cama, já aberta.
Começamos a despir-nos...
Quando vi o fio dental que ela tinha escolhido para a ocasião fiquei logo louco de tesão.
Que mulher....
Sentamo-nos  e começou o ritual. A Miss Blue Eyes acariciou o meu pau, enquanto as minhas  mãos percorriam o corpo dela, chupava e chupava todo o meu pau..
Como chupava esta louca cheia de tesão e com fome de carne. Domina a arte na perfeição. E adora.
Iniciou-se a penetração, gemia e gritava, ofereceu-me as mamas para chupar.
Beijava-me intensamente!
Miss Blue Eyes quis colocar-se de quatro para a espetar por trás. Ofereci-lhe novamente o pau, aquela gruta quente e húmida estava a me deixar louco de tanto tesão e prazer, de pois de umas longas bombadas, não me contive, e despejei os tomates na gruta do prazer. Continuamos a sessão...
Miss Blue Eyes voltou a chupar-me, adorava mamar, é incansável, que maravilha. Já não aguentava de tesão.
Quis penetra-la novamente, deitou-se de costas, ergueu as pernas e penetrei-a totalmente.
E espetei, espetei, umas, duas, três, dez, vinte vezes.... Enterrei, iniciei uma cadência ritmada que a fazia gemer de prazer.
Parei... Queria vir-me novamente. Não aguentava mais de tesão.
Voltou a chupar-me. Chupou novamente, aquela vontade com que o fazia, e numa explosão avisei-a que lhe ia dar todo o meu leite, que fez questão de receber na boca, engolindo-o e gemendo de felicidade.
Deitei-me junto dela, acariciou-me, beijou-me e agradeceu aquele momento...

Sem comentários:

Enviar um comentário