Blue Eyes

Blue Eyes

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Quente. Húmida. Apertada.

Sentei-me no colo do Mr Blue Eyes. Tirei a minha roupa de cima e fiquei com os meus dois seios nus, bem à frente dos olhos dele. Peguei nas mãos dele e coloquei em cima das minhas mamocas, devagar.
- Gostas, não gostas?…
Ele tocava, apertava... Os meus bicos ficaram excitados, como se estivessem com frio.
- Chupa os meus bicos, chupa, disse... já chegando os meus seios bem perto dos lábios do mr Blue Eyes.
Ele chupou, eu tirava uma mama e colocava a outra, bem devagarinho. Chupava uma enquanto acariciava a outra com a mão.
Senti o caralho dele a crescer, bem debaixo da minha cona. A minha gruta parecia ferver, de tanto desejo.
Tirei a roupa dele, e encostei os meus seios, rijos, quentes e molhados pela  saliva dele.
- Gostas? – perguntei.
- Muito. .
Desencostei-me e saí do seu colo.
Fiquei de joelhos e abri as calças. Agarrei no caralho dele e acariciei o pau com as minhas mãos ágeis e delicadas.
Enfiei um dedo dele na minha cona, sentiu o quanto já estava molhada.
Coloquei o caralho do Mr Blue Eyes na minha boca. Coloquei-o todo lá dentro, e ia subindo e descendo. Ele começou a gemer. Parei o broche, e começei a dar beijinhos no caralho, e a lambê-lo com a ponta da língua. Passei a língua nas laterais e depois enfiei-o todo na minha boca, novamente, num golpe de misericórdia.
Depois sentei-me no colo dele, agarrei naquele caralho, e enfio na minha cona, fui descendo e subindo, de modo a sentir aquele caralho a me preencher toda por dentro.
Quando eu cheguei ao fundo o Mr Blue Eyes gemeu. 
- Está bom? – perguntei.
- Muito. Muito.
- O que sentes?
- Quente. Húmida. Apertada.
- Gostas de me foder?
- Gosto, gosto muito. É muito bom…
Suspiramos, gememos, aumentei o ritmo. 
- Vem-te comigo… - disse.
- Estou quase…
- Continua… continua… continua…
Mr Blue Eyes veio-se. Senti o leitinho dele a encher-me por dentro. As pernas tremiam.
Abraçamo-nos, suados, e ficamos a dar longos e demorados beijos na boca. 

Sem comentários:

Enviar um comentário