Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Mais e mais...

Pegaste-me ao colo e entrelacei as minhas pernas na tua cintura , e rapidamente senti a doçura da tua língua nos meus lábios, num beijo doce...

Sentia um tesão tão grande , que podia sentir o meu licor a amontoar-se entre pernas...
Adoro enrolar-me em ti , adoro sentir a tua pele , fico cada vez mais húmida quando exploras uma orelha , uma das sensação que mais me preenche é entrares dentro de mim devagar, devagar e sentir aqueles primeiros espasmos que percorrem o corpo enquanto pragueja o teu prazer e vai deixando-me cada vez mais tesa.
Mr Blue Eyes:
-Tenho saudades de olhar, de te sentir...
Miss Blue Eyes:
-Tenho uma saudade carnívora de o chupar, de o sentir na minha boca... de o sentir crescer na minha boca...
Mr Blue Eyes:
- Sinto muita vontade de me vir na tua boca, mas também sinto uma vontade de me vir na covinha do fundo das suas costas.
Comecei a sentir a língua a subir entre as minhas pernas, tens uma língua tão
fina , sentia-a nas minhas virilhas , sentia o teu dedo a afastar a minha cueca e sentia a tua língua a entrar dentro dos meus lábios , dentro de mim, e os gemidos saiam da minha boca , sem controle, sabias que era uma das coisas que mais gostava que me fizesses.
Se me deixasse levar , deixaria o meu mel na tua boca muito rápido , e eu não queria , queria , sentir o teu pau na minha boca , queria muito .
Fiz-te sentar sem teres hipotese de continuar , e agarrei as tuas pernas, beijei a tua barriga, e fui descendo descendo a minha lingua , e lambi o teu pau, a tua pele tinha um sabor tão bom.
Coloquei-o na minha boca as veias palpitavam as primeiras chupadelas , e eu só queria sentir-te não queria parar de chupar-te .
Da tua boca saiam somente palavras :
- Estou tão teso !
Afastaste-me , e beijaste-me de novo as costas e colocaste-te atrás de mim e pedi-te :
- Deixa-me sentir-te !
A primeira estocada que me deste fez com que um Hummm bem sonoro na casa que estava no mais profundo silêncio aonde só ecoavam os nossos gemidos de prazer .
Nós moviamo-nos lentamente para sentir-mos tudo .
Tão bom sentir-te , a entrares e a saires de dentro de mim :
- Mais mais ... Pedia eu !
Acelaraste mais o ritmo e já só se ouvia os nossos gemidos , até que atingimos o nosso ponto máximo e caímos um sobre o outro , depois levantei-me e fui direita para o chuveiro , sabia que virias atrás de mim, pois para ti ainda não tinha terminado ...

Sem comentários:

Enviar um comentário