Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Pediste-me : - Chupa-me !

Comecei a lambê-lo todo , como estivesse gulosa...
Adoro lamber-te , adoro ouvir-te e perceber o impacto que tem em ti , como ficas , louco e completamente fora de ti , e pedias-me mais e mais , por entre gemidos , eu perdia-me na cabeça do teu pau , todos os espaços eram tocados pela minha língua.
Colocas-te o carro a andar , adoravas foder-me a boca enquanto conduzes , perdias completamente o controle dos actos e fazia com que abrandasses o ritmo da condução e gemesses mais ...
Paraste , o carro, e levantaste-me a cabeça :
- Vamos !
Saíste do carro , ficamos um a olhar para o outro, rapidamente me encostaste á uma árvore , e começaste a beijar-me e as tuas mãos , movimentavam-se pelo meu corpo , viraste -me de costas na árvore e levantaste-me a saia e , arredaste a cuequinha e os teus dedos , começaram a massajar o meu clitóris , enquanto que com a outra mão tinhas aberto a minha camisa e mexias , ao de leve nas minhas mamas e procuravas os meus bicos , que estavam mais do que tesos...
Ansiava sentir-te dentro de mim...
Começaste a beijar-me as pernas e entreabriste-las uma para cada lado e disseste :
- És tão boa !
- Deixa-me sentir-te na minha boca , deixa-me sentir o teu sabor .
Beijavas o interior de cada uma das minhas pernas , eu estremecia , até que senti a tua língua.
caralho, que bom senti-la ...
A tua língua percorria todo o meu interior , fazendo-me perder a noção .
Os gemidos saiam da minha boca de uma forma continuada , hoje não queria prolongar o prazer , hoje queria me vir na tua boca , perdendo completamente o controlo num gemido que abafou as tuas lambidelas , era sempre tão bom .
Fiquei de costas , a sentir os restantes espasmos a percorrerem-me o corpo , vieste devagar e roças-te ao de leve no meu rabo, sentia o teu pau a crescer de encontro ao meu rabo , num só movimento entraste dentro de mim, e soltaste um gemido , movimentaste-te primeiro a um ritmo mais lento , mas depois já sentia com um movimento mais acelerado as tuas ancas no meu rabo, que tesão sentir as tuas investidas, que tesão me provocavas sentir o teu prazer, ouvir os teus sussurros ao meu ouvido a dizeres :
-Como eu gosto de te foder, minha putinha...
Sentia-te a chegar lá cada vez gemias mais, estava cheia de calor ,  os nossos corpos deitavam gotas de suor , até que lançaste um gemido bastante prolongado no ar, e vieste todo dentro de mim...

Sem comentários:

Enviar um comentário