Blue Eyes

Blue Eyes

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Fodemos...

De repente senti as mãos dele na minha cintura, senti o seu corpo todo encostado ao meu, a respiração no meu ouvido, aquele calor... que delicia!
O toque dos nossos corpos que comunicavam, o dele que estava colado ao meu, o meu ao dele.
Aquelas mãos, não consegui mais. Virei-me! Envolvi-o nos meus braços e beijei-o.
Tirei o vestido! Deitei-me de lado. Senti o corpo dele encostado ao meu. Dois corpos semi-nus que trocam o calor, que se sentem um ao outro.
Arrepiei-me, mas aquele momento era excitante, o silêncio e o desejo dos corpos que sincronizadamente se moviam incontrolávelmente.
Posicionei-me de barriga para baixo, tronco apoiado nos cotovelos e olhei para ele. 
Beijámo-nos. Os beijos tornaram-se mais intensos, mais quentes. Puxou-me para cima dele.
Senti-o. Senti-o duro... Todo aquele jogo de sedução tinham-me deixado ao rubro. O meu corpo queria-o. As minhas mamas queriam ser tocadas, os mamilos tesos desejavam a boca do Mr Blue Eyes e o meu sexo ser penetrado com todo o vigor... ai, como estava.
Estava quente e molhada ansiosa por acolhê-lo no mais intimo de mim.
E Fodemos. Fodemos...

Sem comentários:

Enviar um comentário