Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

O meu tesão

Sem aviso introduziste o teu caralho dentro de mim.
Separas-te as minhas nádegas e avanças-te, a ponta do teu caralho deslizou entre os meus lábios e acariciou-me por dentro.
Sensações indescritíveis, um tesão. 
Tu empurras-te ainda mais e eu pensei que estava a chegar a lugares inexplorados de minha feminilidade.
Podia sentir como meus músculos a fecharem-se ao redor do teu caralho, sem que pudesse fazer nada para evitá-lo, mas eu desejava-o ainda mais dentro de mim.
O meu corpo tem vontade própria.
Arqueei as costas para que tu pudesses foder-me ainda mais fundo, mais forte.
Queria as tuas marcas dentro de mim. 
Tu emitiste um som, um grunhido animal e um gemido de prazer nos meus ouvidos...
O teu caralho, ereto, fodia, comia, estocava, penetrava, forte, intenso a minha cona húmida e apertada.
- Fode-me Mr Blue Eyes, fode-me mais fundo. Possui-me, faz-me tua.
Uma e outra vez, eu e o meu corpo respondia a tuas investidas, inclinava a cabeça para trás e gritava...
Gritava de prazer
Gosto de fazer desta forma. gosto de me soltar, de forma selvagem, arranhar-te, morder-te, chupar-te, sentir a tua pele, o teu cheiro, o teu gosto.
Tu alcanças-te o climax, levado pela paixão do momento, fincas os dentes no meu ombro e deixas a tua marca.
A dor misturou-se com o prazer e eu vim-me contigo, viemo-nos juntos, eu tremia enquanto as contrações percorriam o meu corpo.
O meu tesão, o meu desejo!

Sem comentários:

Enviar um comentário