Blue Eyes

Blue Eyes

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Que pecado...

Passam-me 1001 ideias pela cabeça: Vou comê-la nesta posição, naquela, quero um broche e minete e isto e aquilo e etc...
Miss Blue Eyes beija-me, um beijo quente e doce... Esqueço-me de tudo, a minha mente fica limpa, já não há ideias nem planos, apenas os seus lábios nos meus, a sua língua na minha boca e o seu corpo a roçar no meu.
Ficamos assim, suspensos no tempo...
Retiro-lhe o soutien, levanto o vestido e entretenho-me com as suas deliciosas mamas.
Ela sorri, ela gosta de me ver brincar com as suas mamas. Tiro a minha camisa e roço-me naquelas durinhas e tesas! Que delícia...
Lambo-lhe o clitóris por cima das cuecas. Volto acima para a beijar e ela faz-me uma travessura, recolhe néctar da sua ratinha com os dedos e coloca-os na minha boca. Tão saborosa que está!
Tiro-lhe as cuecas...
Os meus olhos brilham de satisfação, lambo e penetro aquela coninha totalmente depilada com a minha língua.
O seu cheiro, o seu sabor são do outro mundo. Com um dedo penetro-a no cu, bem fundo. Pressiono a região do ponto G via anal e lambo o seu clitóris vigorosamente.
Ela agarra a minha cabeça com força e comprime-a com as suas pernas.
Ela vem-se, mas continua excitada e contorce-se, eu não paro nem a largo, continuo a lamber e a penetrar.
Ela volta vir-se e a gritar.... 
Viro-a de frente para a parede. Beijo-lhe o rabo e lambo o seu cuzinho em movimentos circulares com a minha língua.
As minhas mãos massajam-lhe as mamas. Penetro-lhe o cu com a língua, enfio-a, tiro-a, ela geme, enfio, tiro... Ela gosta... Não aguenta, e tem mais um ruidoso orgasmo.
Beijo-a no pescoço e mordisco-lhe a orelha. Tiro as minhas calças, envolvo o meu excitado pau com saliva e coloco-o na cona da Miss Blue Eyes.
O pau entra com facilidade, ela está super-excitada. Ela leva a minha mão ao seu clitóris, ela já escorre...
A Miss Blue Eyes está a gostar e quer mais, quer-me mais fundo, ela empurra a sua anca contra mim. Empurra de tal maneira que dou por mim encostado à outra parede.
Os nosso corpos ali cheios de tesão, eu vertical contra a parede e a Miss Blue Eyes curvada de mãos contra a outra parede. Cada vez que vem atrás, a sua cona engole o meu pau completamente e sinto os meus ossos comprimidos contra a parede.
Não sei se sou eu a comer a Miss Blue Eyes ou a Miss Blue Eyes a comer-me a mim!
O ritmo intensifica-se, os sons dos nossos corpos e vozes ecoam...
Aproximo-me do orgasmo e pergunto à Miss Blue Eyes:
- Queres que me venha na tua cona ou na tua boca?.
Ela responde:
- Eu quero que te venhas onde estás.
Acelerei o ritmo e enfiei-lhe o meu pau bem fundo até me vir na sua cona. O orgasmo foi gigante, as minhas pernas tremiam e a Miss Blue Eyes cobria-me de beijos cheia de satisfação.
A coninha da Miss Blue Eyes estava completamente encharcada do meu leite e do néctar dela.
É um autêntico poço! :)
Vou acima dela enfio-lhe novamente o meu caralho na coninha... Está super sensível, o meu pau teso fá-la delirar! Ela grita e vem-se e... pára. Faz-me sentar e acaba-me com um broche.

Sem comentários:

Enviar um comentário