Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Quero-te sentir outra vez

A expressão facial da Miss Blue Eyes não enganava e percebi que não estava para brincadeiras. Mordiscou o lábio inferior.Senti desejo na sua expressão. Adoro quando ela me provoca... 
Virei-a contra a parede e comecei a beijá-la no pescoço. Subi-lhe o vestido que trazia vestido e que a tornava sedutora. Deixou-se ir no tesão do momento, demonstrava desejar também aquele momento.
Suspiros de prazeres saiam da sua boca.
As respirações estavam ofegantes e os corpos cheios de fogo. O tesão dos corpos aumentava e o desejo explodia.
Estava ansiosa por me sentir dentro de si.
Desejosa que a explorasse...
O êxtase tomou conta de nós, aquele jogo de sedução já tinha começado.
Deitei-a e rapidamente despi-lhe da cintura para baixo. Ela limitou-se a ceder-me passagem para o saborear o seu fruto proibido. A minha língua sentia o sabor daquele momento húmido.
Momento único de tesão.
Devorava aquele clitóris. Delicadamente as minhas mãos exploravam o seu corpo de uma forma sedosa...
Os meus dedos abriam caminho à exploração do prazer que estava prestes a explodir.
Miss Blue Eyes gemia avidamente.
Veio-se ali na minha boca. Os espasmos possuíram-na e serviu-me na boca o seu doce licor.
Olhei para a boca da Miss Blue Eyes, e de imediato a boca dela já me dava prazer. Colocou-se de cócoras, entretida a entreter-me. Conseguia sentir o veludo da boca e dos lábios.
O calor da boca fazia aumentar o meu desejo e o meu tesão. Com ele bem duro, a Miss Blue Eyes massajava-o de tal forma que o prazer que sentia parecia não ter fim. E eu também desejava que não terminasse. A sua arte de tratar bem um homem era deveras divinal.
Foda-se, é mesmo boa naquilo que fazia, deixava-me em êxtase.
Tinha um jeito tão único de lamber que tornava aquele momento numa arte. 
Um emoções e sensações. Estupidamente bom.
Aquele momento estava a ser demasiado bom. Sentia-me no céu e a Miss Blue Eyes sabia disso. Decidiu então apimentar mais as coisas e provocar-me.
O meu pau, duro e húmido da sua saliva, estava por sua conta. Os seus mamilos estavam enrijecidos e tesos de tanta vontade de foder.
Fiquei louco de desejo.
Tremia de tanta vontade que tinha de penetrar-lhe. Ardia por dentro e apenas ela me podia acalmar o desejo louco que tinha.
Ela queria o mesmo que eu.
O seu corpo transpirava tensão, desejo, paixão. O meu pau, já duro de tanto desejo acumulado, desejava-a incessantemente. Tornava-se impossível controlar tamanho desejo. Os seus mamilos visivelmente tesos. 
Procurei explorar todas as fraquezas: o pescoço, as orelhas, as costas, os dedos, os mamilos..
Agarrou carinhosamente no meu pau cheio de poder, e abriu o caminho a uma jornada sem fim. Como é quente a Miss Blue Eyes....
Suavemente sentia cada centímetro do fruto proibido, humidamente e aquecido. Sentia-me dominado por umatesão incontrolável.
A Miss Blue Eyes é uma mistura de sentimentos e sensações. Deveras sensual. Uma mulher incontrolavelmente bela. Uma bomba sexual.
O ritmo alucinante onde os nossos corpos procuravam saciar-se, retardando o clímax o máximo possível.
Ela tem o dom de foder. Devora o sexo.
De costas, de lado, por cima, por baixo, por cima, de pé, sentado, no cu, na boca, a Miss Blue Eyes adora foder...
É e sente-se sexualmente ativa.
Estava durido de tanto foder. Sentia-me a secar, mas entreguei-me ao seu prazer.
O cheiro dos corpos estava presente em todo o lado.
Estávamos novamente prontos para explodir de prazer, penetrei-lhe violentamente e quanto mais bruto era, mais ela gostava.
Miss Blue Eyes mordiscava o canto lábio inferior. Os olhos reviravam, estava a ser bem possuída. 
Gemíamos loucamente.
Eramos dois animais com desejo e tesão. Dois animais brutos, apenas com um objetivo: foder loucamente e ceder aos desejos da carne.
Agarrei-lhe nos cabelos, e agarrei no meu pau com força e bati até me vir na sua boca. Um jacto fulminante abriu caminho a um orgasmo únicoi. Ela procurava engolir tudinho. Dizia-me que o meu leite é saboroso e que gosta que, de beber.
Doía-me o corpo de tanto foder. Não estava cansado. Estava fraco.

Sem comentários:

Enviar um comentário