Blue Eyes

Blue Eyes

sábado, 29 de novembro de 2014

Fornicar

Fostes o caminho todo a mamar-me no meu caralho duro e teso, ohhh que bem o fizestes. 
Seguidamente, rocei-me até te deixar louca de tesão, até delirares, e ficares doidinha, e dizeres palavrões estilo,  fode-me...
Mas eu queria que fodesses esta piça, e tua assim fizeste, que nem uma doida, foi demais, os teus gemidos a fazer eco naquele quarto, fodeste-me como se não existisse amanhã, oh que bom foi, quero repetir....Humm...
Fodeste-me até te cansares, quis finalmente possuir-te em pé a canzana como eu gosto, estavas molhada, louca de prazer, estavas quente, chamei-te nomes, tu sorrias, e dizias.
- Hummm cada vez tás melhor, foda-se, que bomm...  quero-te tanto. 
Que gozo brutal foi foder-te daquela forma, as minhas investidas faziam denunciar uma explosão de prazer, o meu caralho denunciava não aguentar mais, ia tirando para aguentar o máximo tempo possível..
Até que me surpreendestes e pediste-me, ohh mr Blue Eyes, quero ver o teu leite a jorrar, eu exclamei:
Oh Miss Blue Eyes, ai o que me pedes, cortas-me o prazer, mas eu faço-te a vontade, humm.... , tou quase caralho....
Até que não aguentei mais, os meus jactos percorreram as costas que até te arrepiastes, sentistes as tuas costas cheias de esporra, a escorrer por ali abaixo...
És tão boa  a fornicar!

Sem comentários:

Enviar um comentário