Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Arrepiou-se. Arrepiei-me.

Estava tão duro, teso... provocador.
- Desculpa... não consegui resistir-te. Não estou a conseguir... Tens um sorriso e um olhar que me cativaram.
A tua boca nos teus dedos... E eu a imaginar-me na tua boca... Os meus dedos na tua boca.
Arrepiava-me, contorcia-me...
Sentia-me dominada pela excitação do momento...
Beijámo-nos. Os lábios encontraram-se com os meus. Estavamos sedentos de se tocarem... molharem... lamberem... De se roçarem e sentirem as proporções e equilibrios.
As mãos dele sentiam o volume do meu peito e saliência dos mamilos... O sexo dele... hum o tesão dele... que se roçava no meu sexo... e que me estimulava o clitóris... e atiçava-me o desejo. Atiçava-me.
Um desejo frenético de nos tocar-mos, sentir, estimular. Ele abriu o vestido e descobriu as mamas nuas... tesudas, irresístiveis.
Apalpou-as! Deliciei-me.
Humm que arrepio. Ocupou-se de uma com a boca enquanto me apertava o outro mamilo com os dedos... torcendo, puxando... Escorria de prazer...
Colocou a mão por dentro das minhas cuecas e sentiu o meu sexo molhado de desejo.
Penetrou-me com os dedos, pressionando o clitóris com a palma da mão enquanto trincava e apertava os meus mamilos.
Rendi-me à luxúria do momento...
Excitou-me... E não quis esperar mais... hummmm... vou-me vir... Vim-me. Molhando ainda mais a mão do Mr Blue Eyes, que levou à boca, ao beijo das nossas bocas... para que ambas se deliciassem no saber do prazer.

Sem comentários:

Enviar um comentário