Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

As fodas...

As fodas às vezes são ao mesmo tempo com o caralho e os olhos, com o caralho e a alma. A penetração que pega no prazer e o faz sublime.
Há fodas que se dão do direito e do avesso ao mesmo tempo, e às vezes nem é preciso olhos, e nem conas nem caralhos, fode-se com a ponta de um dedo, com o som de um gesto, com o sabor de um som.
Fode-se às vezes mais num beijo do que numa noite inteira, fode-se mais num olhar, num toque furtivo, uma palavra não dita, uma noite passada entre risos e coisas que, vistas de fora, não são foder.
Fodemo-nos assim, de maneiras sem sentido, e isso faz parte do que somos juntos, fodermo-nos sem nos tocar, tocarmo-nos com gestos secretos, e acima de tudo, querermos.
O desejo, fundo e partilhado, é a melhor foda.

Sem comentários:

Enviar um comentário