Blue Eyes

Blue Eyes

sábado, 3 de janeiro de 2015

Entra e Sai

O Mr Blue Eyes navegou livremente pelo meu corpo a seu belo prazer deliciando-se com cada perímetro e saliência.
O meu corpo começava a transbordar desejo, pedia agora mais acção. Levei a mão ao inchaço do prazer, tremeu ligeiramente.
Deliciei-me ter aquele caralho nas minhas mãos, estava preparada para entrar em acção.
Tinha uma vontade voraz de consumir aquele caralho, um desejo fulminante elevou-se, a temperatura do meu corpo aumentou  e obrigou-me a explorar o aquele caralho.
Que temperatura escaldante, os meus mamilos ficaram rijos, salientes, tesos. Não aguentava mais, molhei os lábios com a ponta da língua…
Passei o palpitante caralho pelos dedos, para sentir os contornos, depois pelos lábios, lambendo, provando-o.
Iniciei o vai-e-vem dentro da minha boca gulosa, adoro senti-lo, o calor abrasador a navegar na minha garganta.
Os meus lábios recreavam-se, ora fazendo aparecer, ora fazendo desaparecer o caralho de forma destemida, salivando.
Provava aquele pedaço de carne vibrante, a cada chupadela, lambia descompensadamente com a saliva que escorria, aquele sabor derretida-me. Ardia dentro de mim, de olhos fechados, sentia o fogo a cada enterradela daquele caralho, bem fundo na minha boca.
Estava na hora, o orgasmo explodiu na minha boca, jactos de leite foram lançados para a minha boca para os meus lábios, aquele sabor agridoce tão especial.
Deliciei-me, provando o sémen quente que escorria em pequenos rasgos pela minha cara.
Senti-me uma puta, envolta naquele prazer, sem vergonha que transbordava ousadia, a sua puta olhava bem fundo nos olhos azuis. 
Estava doida, louca, queria entrar novamente no jogo de sedução.
Pretendia mais acção. Sentei-me em cima daquele caralho, quente e duro, esfreguei a minha cona naquele caralho molhadinho.
Continuei com a minha caminhada felina, roçava os meus lábios molhados, deixava um rasto húmido que se libertava do meu íntimo.
Queria provar o fruto do pecado e pela segunda vez estava com a minha boca naquele caralho latejante, com a minha língua exploradora, exactamente como ele  gosta.
A minha língua percorria o seu canal rosado, Mr Blue Eyes desceu e os meus lábios foram chupados por uma boca quente, o meu clítoris a ser lambido sem fim, estava a perder o controlo, tinha definitivamente o diabo no corpo.
O Mr Blue Eyes não abrandou a investida, muito pelo contrário. Enquanto saboreava de uma forma gulosa as mãos dele acariciavam as minhas mamas os meus bicos duros.
Aumentou a velocidade das investidas, a língua num turbilhão explorava a minha cona com muita intensidade.
As investidas exploratórias no meu cu duplicavam o prazer, o clítoris era o foco predilecto absorvendo-o em sucessivos ataques impetuosos, uma e outra vez... já não explorava uma zona húmida, era um verdadeiro lago.
Ameaçava entrar em erupção a qualquer segundo.
Atingi um intenso orgasmo. Perdi a noção do espaço, gritei, gritei, as minhas pernas tremiam, o meu corpo tremia..
Na boca do Mr Blue Eyes estava agora o líquido do pecado, deliciava-se.
O interior das minhas pernas estavam húmidas, sentia-me com fogo, no meu corpo luxurioso.
Levou a mão ao meu sexo, ficaram encharcadas, levou dois dedos à boca e provou o néctar, adora sentir aquele sabor na boca dele, o meu sabor!
só o cheio intenso o deixava desnorteado de desejo. Mr Blue Eyes avançou e penetrou-me,entrou, saiu, entrou novamente bem fundo, fez-me contorcer de prazer, gemia bem alto, era uma puta a gemer...
Um vai-e-vem delicioso, o fogo da paixão, o máximo de prazer, tremia de excitação a cada estocada.
Não aguentava mais, de tanta vibração, desejava urgentemente me vir....
Explodi de prazer... gritei bem alto, que orgasmo meu deus.. que orgasmo...
O Mr Blue Eyes não parava de me foder, o caralho dele desaparecia dentro de mim, na minha cona húmida, gemia ali de quatro. Ele penetrava mais, mais e mais fundo, gritos saiam da minha boca. 
Mr Blue Eyes penetrava a seu belo prazer, no seu pedaço de luxúria. Mantinha um ritmo pujante, agarrou-me no cabelo e fodia-me ainda com mais força,  eu gemia ainda mais, ele gostava de me ouvir a gemer... a gritar...
A minha cona explodia a cada penetração vigorosa, aumentou a velocidade das penetrações, adoro ser comida de quatro. Ele agarrava-me as mamas , era  apertada e massajada com sabedoria até que ele subiu para o meu pescoço  e apertou-me, contorcia-me de satisfação.
O tesão aumentava a cada segundo, aumentou novamente os movimentos , fodia-me cada vez mais fundo, mais e mais…
Contorcia-me toda... era orgasmos atrás de orgasmos...estava a ser demais.
Estava com a respiração totalmente perdida e ofegante, pedi-lhe que não parasse, ia atingir outro orgasmo.
Estremeci por dentro, não consegui conter mais a excitação, Mr Blue Eyes deu uma violenta estocada final vindo-se em seguida, as minhas pernas tremiam de prazer e ao mesmo tempo oscilavam descontroladamente, tinha-me vindo juntamente com ele.
O Mr Blue Eyes deixou-se ficar mais um pouco naquele vai-e-vem, fodendo-me cada vez mais lentamente até que retirou o caralho de dentro de mim.
Escorria leite quente para fora, acompanhando a saída do seu caralho pujante. Expelia sémen por todo o lado, começava a escorrer pelas minhas pernas.
Fiquei KO.

2 comentários: