Blue Eyes

Blue Eyes

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Mostrar o meu prazer

Os teus lábios tocam nos meus, um forte calor invade o meu corpo meu deixando-me elétrica...
Os meus olhos olhavam-te docemente. Já me tinhas tirado a roupa, agora estou nua de soutien e cuecas...
Sinto um frio a percorrer o meu corpo... Algo incomoda-me que me deixa excitada,não sei o que é...
Ah!!! como é delicioso o teu toque!!!! o meu corpo responde rapidamente, sinto o meu sexo molhado, já estou a imaginar coisas????
Gemo de prazer...
Fico cada vez mais molhada... Colocas-me uma venda... Estou mais sensível....
A minha excitação aumenta, o ar sobe até a garganta deixando-me sem ar, a minha única saída é gemer, para obter um pouco de ar, mostrar-te o meu prazer...
Queria neste momento olhar nos teus olhos, para ver o teu prazer... Mas estou vendada...
De repente um beliscas os meus mamilos, faz-me despertar uma dor de prazer...
Um misto de dor e prazer percorre o meu corpo... Respiro e relaxo... Outro beliscão agora no outro mamilo... Vou a loucura de dor e prazer... Fico mais molhada de tesão... Mr Blue Eyes por alguns instantes observa-me, algo corta o ar e não sei bem o que é... Tento lembrar-me desse som...
De repente o prazer que eu sentia era substituído pela dor no meu rabo bunda... Grito de dor, de prazer!
- Ai!!
Mr Blue Eyes da-me fortes palmadas, seguidas por um chicotadas..
-Aiiii!!!!!! Gemo de prazer....
Quando terminas, acaricias o meu rabo dolorido, a mão do Mr Blue Eyes o meu corpo, o meu rabo.
Faz-me relaxar, expulsa a dor contida das chicotas dadas...
Ele percebe que não estou a sentir qualquer dor, e então começa a brincar com os meus mamilos doloridos...
Gemo de dor e prazer... É uma mistura louca... Sinto os lábios no meu corpo, ele retira a venda... e olhos nos olhos do Mr Blue Eyes e vejo o brilho intenso do prazer que ele está a sentir.
De repente penetras em mim... Com força, fodes-me com paixão...
Eram orgasmos atrás de orgasmos, era um prazer descomunal e ao mesmo tempo gritávamos, gritávamos de gozo, de explosões.

Sem comentários:

Enviar um comentário