Blue Eyes

Blue Eyes

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Profundamente

Abri as duas pernas o suficiente para veres que não levava cuecas.
Isso deixou-te louco...
Querias vir para o meu lado.
Eu tinha a cona a escorrer.
Metes-te dois dedos, profundamente, levantei-me e meti-tos na boca.
Sentei-me no teu colo e disse-te:
— Quero-te foder!
Abri-te o fecho das calças, retirei a tua piça tesa e sentei-me nela.
Comecei a foder-te, deliciosamente cavalgando no teu caralho.
Não tardei a vir-me...
Gritos de prazer subiam-me à garganta.
— Agarra-me as mamas!
Senti as tuas mãos nos meus mamilos e avisei-te que ia ter um novo orgasmo...
Eu venho-me e tu vens-te..
Levantei-me e sentei-me de novo, desta vez com as costas voltadas para ti, espetando-me toda pelo teu mastro abaixo, até ao fundo.
Pedi-te:
— Fode-me toda caralho!!!!
Que piça picante que tens caralho....isso fode a tua puta fode caralho....
Apeteceu-me tê-la na boca.
Ajoelhei-me à tua frente e lambi os teus colhões, abocanhei-os, subi até ao teu caralho teso, rijo e disse-te:
— Dá-me essa esporra toda na boca!
— Então, chupa-me até me vir!
E chupei, e vieste-te tão gostosamente, dando-me a deciosa esporra dentro da minha boca e depois fora, na cara, nos lábios.
Que maravilhosa foda.!
Que piça!

Sem comentários:

Enviar um comentário