Blue Eyes

Blue Eyes

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Ligo para ele

Estava louca, cheia de calor, cheia de tesão.
Agarro no telemovel e ligo para ele, eu estava nua, e quando escuto a voz dele fico doida.
Já estava a ficar húmida, louca para me vir.
Comecei a provoca-lo, a dizer que estava louca de tesão, que estava louca por ele, e que a minha estava na minha cona, estava a introduzir dois dedos dentro de mim...
Fui falando com ele, o Mr Blue Eyes dizia que estava a ficar cheio de tesão, de pau duro.
Pedi para que o tirasse para fora, e que batesse uma punheta, que pensasse em mim.
Que pensasse que estava a foder-me de quatro, a foder a sua putinha.
A minha cona estava cheia de tesão, louca para foder...
Estava cheia de fogo.
Dizia-lhe:
- Anda foder-me.
- Vem enfiar esse caralho na minha cona.
Toda nua, para ti, com os meu dedos dentro dela... estou toda humida, toda molhada para ti.
- Anda fode-m.e
Não aguentei, gemi e explodi, ele ouviu-me a gemer.
Ele veio-se também, gemeu bem alto para mim...
Só queria aquela esporra dentro de mim, na minha boca, na minha cona, no meu cuzinho...
Humm tão bom...

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Assim selvagem

Adoro quando estás assim selvagem...
Solta...
A provocar-me...
E a endurecê-lo à tua frente.
Ver o teu corpo...
Cheirar a tua humidade...
Lamber as tuas mamas que se esfregam em mim.
Pressente-se que queres sentir o meu pau duro...
A estremecer bem lá no fundo...
E para isso chupas e chupas e voltas a chupar...
Tiro tudo.
O pau está duro, pronto a foder-te.
Neste momento viras-te de costas para mim...
Ali contra a parede.
Ordenas:
- Fode-me a cona como uma puta.
- Espeta-me à bruta. 
-Vem-te, vem!
Miss Blue Eyes arrebitou o rabinho.
Separei as nádegas e lambi o rego.
Enfiei a língua na coninha e a Miss Blue Eyes gemeu.
Agarro no caralho e penetro-a ali, ela gemia de prazer, só pedia para não parar. Acelerei nas estocadas em movimentos bruscos, Miss Blue Eyes gemia de prazer.
Eram gemidos de tesão.
A Miss Blue Eyes estava a se vir.
Os gemidos de prazer eram altos. Era simplesmente delicioso.
Eu gemia de tesão e dava sinal de estava para me vir...
A Miss Blue Eyes delirava de prazer.
Estava selvagem, pediu mais, e mais.
Pedia para nao parar.
Não aguentei, a minha putinha gritava, gemia, e só dizia que ela era a minha puta...minha puta.
Tirei o meu caralho de dentro daquela cona, e esporrei-me todo para ela, para a boquinha dela, a minha esporra escorria pelos lábios, pelo queixo, pelas mamas dela...

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Gemes, gritas e vens-te

Tu de propósito abres as pernas, o vestido sobe, observo as tua nádegas e percebo que não tens nada por baixo.
Viras-te para mim e debruças-te, tenho uma visão fantástica, as tuas mamas...o meu caralho começa a dar um ar da sua graça!
Sentas-te ao meu lado, o teu vestido sobe mais do que se devia.
Eu olho e fico engasgado...
Fico estático!
Puxas a minha mão e colocas na tua perna.
A conversa pára, começo a beijar-te, e ao mesmo tempo tu puxas a minha mão para entre as tuas pernas....
Quente, húmida e macia...
Como tu estas!!!!...
Eu começo a acariciar-te com o dedo, a passar nos teus lábios, abres mais as pernas e continua a beijar-me, mas desta vez com mais tesão e desejo.
Abres o fecho das minhas calças e tiras o meu caralho para fora, e rapidamente desaparece na tua boca linda.
Eu vejo o teu cu virado para mim, o teu vestido está a meio das nádegas...
Continuas a mamar no meu caralho, agarras nos meus tomates e começas a  abocanhá-los até ao fundo.
Começo a lamber-te as nádegas e puxo-te o rabo para, ficas de 4.
Observo a tua coninha já bem húmida com uma mistura da minha saliva e do teu próprio liquido.
Estou a lambê-te, a percorrer os teus dois buracos, o teu cuzinho e o teu clítoris.
A minha língua percorre um caminho fantástico, sinto um cheiro a sexo que me deixa o caralho a saltar.
Ordenas para que não pare...
Está a quase a te vires, aumento o ritmo na tua coninha, percorro o teu clítoris a tua gruta.
Faço pequenas penetrações com a minha língua, tu vens-te e aperta a minha cara contra a tua cona.
Beijas-me a boca.
Com este beijo o meu caralho fica com desejo de te foder...
As tuas mãos percorrem o meu corpo e tu começas a chupar-me.
A tua boca quente, lambes, chupas, tiras de vez em quando e beijas os meus tomates...
Começas a chupá-lo com mais ritmo...
Quero entrar dentro de ti.
Viro-te de costas e penetro-te.
Estás húmida, quente.
Gemes, gritas e vens-te sem parar, uns atrás dos outros...
O teu corpo contorce-se todo...
Os teus gemidos são de mais e eu não consigo aguentar mais.
Venho-me, aperto-te as nádegas, grito e penetro-a mais umas vezes até bem fundo...

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

O jogo de sedução

Tu tiras o meu vestido e substituis o soutien pelas tuas mãos...
O meu corpo arde de desejo...
A minha respiração fica acelerada...
Da minha boca saem gemidos baixos
Fecho os olhos e sinto a tua boca quente a morder cada um dos meus bicos tesos...
Deixas-me louca.
Ondas de calor percorrem o meu corpo.
Os beijos se tornam profundos...
Inicia uma tempestade de línguas.
As minhas mãos descem.
Fico de joelhos à tua frente, agarro no teu caralho...
Estas excitado, duro!
Começo a bater-te uma bela punheta, acima, abaixo, acima, abaixo... agarro bem nele.. aperto bem.. sinto a tua cabeça bem dura.
O corpo treme, e eu sigo... lambo cada centímetro do meu mastro.
Engulo por completo.
Começas a gemer e eu olho-te de boca cheia e esboço um sorriso.
O teu sabor é maravilhoso, o meu corpo estremece, já estou toda molhada...
Ondas de calor e tesão sobem pelo meu corpo.
Tento enfiar o teu mastro todo na minha boca, não consigo. Lambo, chupo e torno a lamber deixando um rasto da minha saliva.
Tenho um único objectivo, saciar minha sede, encontrar a fonte e dela ser merecedora do teu néctar.
Sinto tremores vindos de ti...
Empurro-te para dentro de mim, a penetração é profunda.
O meu corpo está como um vulcão, prestes a explodir, grito de prazer.
Gozo instantaneamente...
O meu corpo estremece de tanto prazer.
Aproximo de joelhos e sem esperar o engulo, o teu sabor misturado com o meu....
Hummm a minha sede.
Sinto o teu gosto, quente, intenso, deliciosamente saboroso, a preencher-me a boca, a escorrer pelos meus lábios.
Engulo sedenta, faminta, desesperada.
A minha sede está saciada...
Mas minha fome...
Ai a minha fome...

Faminta

O corpo nu, estou no paraíso, tranquilamente nua.
Tenho sede.
Aproximo-me...
 Ondas de prazer crescem dentro de mim..
. Aproximo as unhas das costas e as toco, seu corpo reage se arrepiando. Então você se vira, logo penso, ”fui descoberta”, então você continua a dormir profundamente.
A sensação de sentir o teu caralho a crescer na minha boca, que delícia.
Estou extremamente molhada, excitada.
Lamber cada centímetro do teu mastro, chupo tudo.
O meu trabalho prazeroso, que me atira para a cama e que me penetra, com força.
Todo o meu corpo é um intenso prazer, e tu deslizas para dentro de mim....
Ondas de prazer invadem o meu corpo.
Tratas de engolir os bicos das minhas mamas tesas...
Uma de cada vez...
A sensação é indescritível, a minha pele arrepiada.
Estou quase no ápice do prazer, tu enlouqueces-me, os nossos corpos conhecem os caminhos.
A penetração  torna-se profundo!
Entrego aos carinhos, às delícias, ao tesão, ao desejo, a ti.
O orgasmo chega ao mesmo tempo, em ondas sem ritmo certo que me fazem apertar o teu corpo contra o meu.
Suados, molhados, e aos beijos.

Embriagada com o desejo

Este desejo de Ti.
O tesão que me possui...
Estou molhada!
Esta humidade que me consome o sexo.
Imagino-te dentro de mim...
As nossas loucuras... 
Não resisto e toco-me..
Estou a sentir o meu corpo.
Molhado...
Acaricio os seios...
Os bicos hirtos...
O meu sexo chama por mim..
Toco-lhe...
Acaricio-me...,  
Entro dentro de mim...
Desejo este orgasmo... 
E neste toque louco, 
Venho-me que nem uma doida...
Que nem uma puta, que só te quer a ti.
Preciso que me fodas !!!

Aqueles beijos

Gosto muito daqueles nossos beijos que te deixam molhada de tanto tesão.
Só pedes para que te penetre, que te possua...
É o teu desejo...
Mesmo bom.
Sentir-te toda molhada...
Olhar nos teus olhos e perceber como estás excitada...
A cara de prazer, ao te vires...
Muito bom, muito intenso.
Ver o teu mel a escorrer pelas tuas pernas...
Adoro!!
Ver-te assim excitada.
Percorrer o teu corpo com as minhas mãos, até as tuas pernas tremem sem controlo.
Gosto muito de te dar prazer...
Tu das-me tanto prazer, adoro ver esse corpo a enrolar-se no meu...
Adoro sentir a tua pele.
Ficas cada vez mais húmida quando te exploro, de sentir o teu cheiro...
Tu ficas louca e carnivora ao chupares e o sentires na tua boca...
Gostas de o saborear.
Sinto uma vontade de me vir na tua boca.

A minha mão

Vou imaginando...
A tua mão com que me acaricias.
O arrepio que me das...
E...
Sinto-me a ficar húmida, doida de tesão...
O meu sexo pede o teu.
Este tesão que me deixa louca..
Toco-me...
Suavemente..
Quero-te!
Mas não estas aqui!
Assim vou com a mão ao meu sexo...
Enlouqueço-me...
E venho-me...
A pensar em ti!

Boca apetecível

Ela sorriu e lambeu-me os lábios...
Beijava-me e explorava-me ao mesmo tempo...
Eu comecei a fazer-lhe pressão no corpo, sentia-me me muito excitada , com um enorme tesão.
Já estava molhada.
Sentia uma vontade incontrolável de a lamber, de sentir o mel dela na minha boca.
Sentir o cheiro da vagina dela...
Comecei a lamber-lhe um mamilo, tinha as mamas pequenas, redondas e tesudas.
Lambia muito devagar até chegar ao bico e mordisca-lo.
Ela contorcia-se de prazer e dizia:
- Não pares...
Cada vez havia mais gemidos!
Após lamber-lhe as mamas ela pediu para que me encostar...
Começou a lamber-me o umbigo, desceu, lambia todo o espaço do meu corpo, sentia a língua húmida, cheia de desejo.
- Sabes tão bem , tens uma pele tão macia.
Enfiou a língua dentro de mim, lambia tão bem..
Comecei a gemer, sentia-me quente, com uma vontade enorme de explodir...
Oh que tesão!!!
Sentia-me cheia de prazer...
O meu corpo estremecia sem parar...
Era-me impossível não gemer enquanto ela lambia sem parar.
Ela pediu:
- Vem-te na minha boca..
Não aguentando mais, deu-se a explosão , num grito e vim-me toda na boca dela...
Olhei para ela com um sorriso nos lábios, e beijei-a na boca, para sentir o meu próprio sabor.
Sem muitos rodeios comecei a lambe-la, assim que senti o nectar dela, passei a lingua nos lábios, ela agarrou-me na cabeça e soltou um gemido...
- Continua por favor !
Eu continuei a lambê-la, ela gemia cada vez mais alto, a respiração estava descompassada.
Não parava de a lamber , dava-me tesão só de ouvi-la gemer e implorar para que a lambesse...
O corpo dela tremia de prazer, ela gritou um Ohhhhhhhh e senti o liquido a entrar na minha boca, lambi-a até ficar limpinha...
Olhamo-nos nos olhos, sorrimos, depois de vestida, dei-lhe um beijo cheio de paixão.

A densidade do desejo.

Sedução...
Paixão...
Desejo...
Tesão...
Calor...
Química...
Urgência...
Sede...
 Fome...
Loucura...
Sentir...
Intenso...
Apeteces-me...muito...apetece-me o teu sabor...
Anda , enfia esse pau na minha boca.
Anda põe com força.
Agora tira para eu olhar para ele.
Quero foder até não aguentar mais.
Excitadissima, húmida e sedenta:
- Fode-me!
Sinto-me como um animal selvagem.
Desejos intensos. 
Gemidos frenéticos.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Que prazer

As pernas abertas, tudo à mostra, tudo para ti...
Beijas a minha cona e abres-me os lábios com a mão para me veres o buraquinho que está ansioso por ter sentir.
Não aguento e peço-te:
- Fode-me. Fode-me. Vem para cima de mim e fode-me.
A cona aberta à tua espera, prontinha para te receber dentro de mim.
Enfias-me esse caralho todo de uma vez, porque estou bem molhada e bem aberta.
Sinto que o meu orgasmo... está próximo.
Tu também não vais demorar muito para te vires.
Sinto esse caralho todo enfiado até ao fundo da minha cona.
E peço-te a gemer:
- Fode-me. Fode-me sou toda tua. Fode-me. Vem-te dentro de mim...
Ai que prazer! Que orgasmo!
Viemos-nos os dois juntos!
Que bom!
Que prazer!
Sentir a tua esporra a escorrer para dentro de mim, a encher-me toda por dentro.
Que bom!

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Um atrás do outro

O teu peito de mamilos erectos!
O teu sexo húmido e o clitóris saliente...
Beijo-te os lábios!
Trinco os teus mamilos...
Tu gemes...
Vai... fode-me agora!
Enterra-o todo dentro de mim...
O teu sexo engole o meu pau de uma só vez...
Vibro com os teus deliciosos gritos...
Sinto o teu corpo a estremecer...
Tu gemes... Tu... Gemes... Cada vez mais alto.
Sinto a tua cona mais ardente e cada vez mais húmida...
Ficas encharcada...
Hummm...
Enfia-o bem fundo dentro de ti...
Levas-me à loucura...
O meu caralho rijo...
Foda-se como gosto de te possuir assim...
Imprimo em ti um movimento louco...
Tremes...
Os orgasmos apoderam-se do teu corpo...
Um e outro... Um atrás do outro...
E gritas bem alto...
Esporro-me...
Esporras-te...
Encharcas-me de tesão...

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Sentir-te

Desejo sentir-te, estou com desejo, muito desejo.
Vem, quero sentir-te dentro de mim, a penetrares-me, a foderes-me com tudo a que tenho direito.
Sente a minha cona molhada, aberta, excitada, pronta para receber o teu caralho teso.
Sou tua, podes foder-me de todas as formas que te lembrares. Faz-me sentir a tua tesão, faz que eu me venha.
Fode-me. 
Fode-me. Quero sentir-te, desejo o teu membro, desejo que me enchas.
Não importa a posição, faz-me a vontade.
Fode-me.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Aqueles dias

Hoje e mais um daqueles dias...
Tenho a minha cona desejosa de ser possuída!
O tesao esta a bater forte...
Foder com muita força e desejo.
Quero o teu belo caralho a furar a minha cona toda...
A minha boca, as minhas mamas e o meu cu...
Quero ser toda comida...
Quero o teu caralho potente a foder-me e a encher-me de leite...
Quero gritar de prazer e dizer fode-me, fode-me toda...
Arrebenta comigo... Fode-me.
Fode-me toda...
Deixa-me toda aberta...
Da-me leitinho, esporra-te todo em mim...
Sim é isto q eu quero...

Anda...

Anda.....
Quero que me comas todinha...
Quero vir-me contigo...
Deixa-me sentir o teu mastro poderoso por mim toda...
Na minha boca, na minha cona apertada, nas minhas mamas, por mim toda!
Queres-te vir para as minhas mamas?
Deixa-las bem untadas com o teu leitinho quente?
Ou queres vir-te no meu rabo?
Já estou a delirar só de pensar...
Anda!
Eu quero-te!
Possui-me, fode-me toda!

Foda divinal

Setenta de vontade de ser possuída...
O tesão do momento!!! 
A minha sede, o momento!
A vontade dele...
Retirei do soutien e coloquei as minhas mamas duras de tesão bem à vista dele! O olhar guloso do Mr Blue Eyes e a forma súbita como o seu mastro se colocou de pé gritando ferozmente:
- Estou aqui para te foder, minha putinha.
Dá-me a tua boca, a tua cona e o teu Cu, para foder, vou te dar muito leitinho.
Completamente doida, com a minha rata super húmida e cheia de vontade de ser fodida, abri-me para ele.
Permiti que ele tomasse conta de mim, da minha cona, do meu corpo.
Gemia a cada toque dele, a minha cona roçar no caralho dele....humm tão bom, que tesão...foda-se...fode-me.
Que foda divinal.
Com força e convicção, aquele caralho fodeia-me toda, estava a arrombar a minha cona.
As minhas mamas estavam a ser devoradas...
A minha cona roçava de prazer no caralho, enquanto o meu cu era penetrado por um dedo...
Estava a ser possuída e gritava de prazer.

Possuída

Completamente possuída por um momento de luxuria!
A cada toque gemia mais alto, o meu tesão abria o meu corpo.
A minha cona ficava cada vez mais húmida e latejante...
Os meus orgasmos cada vez mais intenso, e aquele mastro potente que se entregava a uma dureza excitante!...
A excitação e constantes toques eram tão intensos, estava completamente exposta aos prazeres carnais.
Agarrei naquele mastro com a mão, e ofereci uma bela punheta, depois, mamei, e lambi-o com muita vontade, estava cheia de fome de carne.
Uma vontade de o querer todo para mim!
Depois pedi para me foder, foder a minha gruta..
Mr Blue Eyes fodia com uma perícia e uma força descomunal, completamente sedento de fome.
Com aquele prazer que me oferecia os meus gemidos eram bem audíveis...

Percorre-me uma vontade

Percorre por mim uma vontade e um desejo de ser comida, bem comida...
Retirei a roupa, acaricio levemente o meu peito, sinto o calor na minha mão a percorre-lo, ele excita-se, o meu pequeno bico ganha tesão e vontade de ser acariciado.
Ganha tesao...
Passo levemente pelo meu bico e com o dedo já húmido estremeço e solto gemidos de prazer.
Começo a ficar húmida...
Gemo de prazer...
Estou com vontade de ser comida...
A minha outra mão toca na minha gruta, esta húmida, levo um dedo à minha boca e sinto o meu sabor...
O tesao esta a tomar conta de mim...
Acaricio a minha gruta, os meus gemidos já começam a ficar mais intensos...
As minhas mamas ficam rijas...
Percorre uma vontade de me vir...
Penetro dois dedos dentro da minha cona quente e húmida...
Quero me vir...
Enfio mais um dedo e começo a a fazer movimentos mais bruscos...
Como queria agora o Mr Blue Eyes para poder chupar-lhe o seu caralho...

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015


Sem demora

Parei atrás da Miss Blue Eyes e perguntei podia ficar assim, atrás dela, bem juntinho.
Miss Blue Eyes deu um suspiro e disse que sim pois estava a gostar.
Segureia pela cintura e comecei a roçar-me nela.
Ela estava entregue às minhas carícias.
Passei as mãos nos mamilos duros, acariciei a barriguinha e desci até á gruta molhadinha.
Miss Blue Eyes suspirava.
Derrepente ela disse:
Ai Mr Blue Eyes, fode-me, por favor fode-me!
Eu fiquei louco de tesão ao ouvir aquilo.
Virei-a para mim e comecei a beijá-la no pescoço, na boca e nos mamilos. Coloquei-a de quatro, ao ver aquele rabinho lindo, comecei a passar a língua no cuzinho dela que gemia de tezão, lambia o cú e a cona ao mesmo tempo. lambi e chupei a Miss Blue Eyes por uns dez minutos e ela gemia cada vez mais alto. De repente ela mama no meu pau.
Sem demora....
A Miss Blue Eyes agarrou no meu membro e começou a fazer um delicioso.
Ela batia uma bela punheta e chupava ao mesmo tempo.
Depois já com a boca no meu caralho, pediu:
- Fode-me, fode-me agora.
Miss Blue Eyes encheu-me de tesão.
Ela abriu as pernas e masturbava-se, ali á minha frente, eu caí de língua naquela cona enxarcada de tesão.
Enquanto eu lambia ela contorcia-se e gemia de prazer.
Lambe, lambe, aii vou-me vir, não pares... hum, hum…… que bommm, foda-seeeee!!!!!
A Miss Blue Eyes veio-se na minha boca.
Depois de se vir, ela ficou de quatro e chupou no meu caralho com tanta vontade quase me vinha.
Miss Blue Eyes deitou-se com as pernas abertas e disse:
Agora mete esse pau na minha cona, mete.
Aquele convite deixou-me louco para foder aquela cona deliciosa.
Eu não aguentava de tanto tesão...
Enfiei todo naquela cona esfomeada, gemia que parecia uma cadela no cio.
Miss Blue Eyes pediu para se sentar em cima do meu pau.
Em cima de mim ela agarrou no meu pau com carinho e penetrou naquela cona encharcada.
Aquela gruta molhadinha...
A Miss Blue Eyes mexia e gemia, mexia e gemia.
Começou a gemer bem alto, disse que não ia aguentar mais, estava a ter orgasmos atrás de orgasmos...
Eu também não aguentei mais e vim-me junto com ela aguentei e gozei muito junto com ela, inundado-a de esporra.

Caricias

Estava totalmente escuro, o Mr Blue Eyes passava a mão pelo meu rabo, encostou-se a mim, sentia o volume dele, o tesão...
Ele acariciava a minha rata, de leve, aquela mão marota, que tão bem que acariciava.
O tesão foi aumentando, e logo ele meteu dois dedos dentro de mim... fodia-me ali, com dois dedos dentro de mim.
Ai o trabalho daquela mão que, massajava o meu clitóris.
Não ofereci resistência nenhuma aquelas caricias, até facilitei...
Era a minha vez, agarrei naquele pau e tirei-o para fora...
mamei, lambi, chupei e mordi.. mordi aquelas bolas deliciosas, que lhe deixa cheio de tesão.
Ele queria foder.e toda, e eu deixei...
Uma mão continuava as caricias e com o caralho já enfiado na minha gruta...
Fodia-me sem parar, deixando completamente húmida, encharcada .
Ele beijava as minhas costas, estava completamente louca, ele mordia-me levemente na minha nuca, e com as mãos acariciava os meus mamilos.
Aquele pau maravilhoso fodia a mina cona, estava totalmente arrebitada para trás e para cima, para facilitar as estocadas fortes e rápidas.
Estava a ser possuída, não sei quantas vezes que me vim.
Gemia de prazer, gemia de tanto tesão que estava a ter.
Até que....
O Mr Blue Eyes veio-se todo, enchendo-me a cona com o seu delicioso esperma.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Gemido obsceno e sagrado

As consequências da loucura...
Perigosa é a mulher que sabe como te seduzir... com o corpo... mas é letal para... quem sabe como fazê-lo com a mente...
Vitalidade, paixão, erotismo, sensualidade, calor, charme, sonho, classe, elegância.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Momentos deliciosos

Os dedos que exploram...
O gozo da mulher!
a delícia do toque...
O prazer de ver os teus dedos a entrarem dentro de ti, e de ver como saem todos molhadinhos...
Os orgasmos que te provocam, o tesão que te dá.
Só desejo, lamber, chupar e beijar esses teus dedos que te satisfazem e que te deixam louca de desejo.
Fico a ver o teu corpo á minha mercê, para o meu prazer, para o teu prazer...
O teu corpo deseja...
Contorce-se de prazer...
Gemidos de prazer saem de ti...
Os teus mamilos estão rijos.... rijos de tesão.
A tua cona queima!
Pingos de néctar saem de ti... hummm tão bom.




Tenho desejos

Ter um vibrador é um sinal de respeito por si mesma e pelo prazer...
Não preciso dizer o que eu quero!
Eu sei bem o que quero...
Tenho desejo...
O tesão toma conta do meu corpo.
Quero sexo... só sexo.
Quero-te na cama... nu!
Quero sentir o teu calor...
Desejo o teu corpo como nunca...
Os teus beijos...
Vamos delirar...
Delirar de prazer!
Vamos explodir...
Como nunca explodimos.
Quero-te ver, sentir a te vires, ouvir-te a gemer.
Quero sexo!
Mas não estás aqui...