Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 23 de março de 2015

A intensidade

Sexos desejosos e vontades explosivas.
Não há limites possíveis.
Os centímetros foram engolidos e saboreados numa união inquietante.
Ela sentiu-se possuída, incapaz de pensar.
Os vazios estavam preenchidos.
A partilha das carnes que se desejavam, era uma viagem.
Os movimentos sincronizados, o prazer doce do sexo molhado.
Apetites e vontades que levam mais longe.
O colapso dos sentidos.
O ritmo.
Ela gritou, suplicou.
Queria mais fundo, mais forte.
Queria tudo.
O orgasmo que a atravessou foi violento.
O prazer que escorria.
A intensidade da explosão.

Sem comentários:

Enviar um comentário