Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 9 de março de 2015

Carnal e selvagem, como deve ser!

Provocaste-me...
Puxaste-me para ti...
O teu corpo colado ao meu...
O teu ar quente junto da minha pele, arrepias-me.
Faz-me estremecer...
Descontrolada.
Inclinei-me para te provar, para saciar a minha sede.
Sedenta....
É tu o meu alimento...
estavas tão duro....
Tão pulsante...
Tão teso...
Tão louco...
Tinhas de entrar dentro de mim...
A tua expressão dizia tudo.
Agarraste nas minhas nádegas e senti a tua vontade.
Tão grande como a minha...
Tão intenso...
Estimulante...
Carnal...
- Fode-me!
Sentia o vigor do teu corpo contra o meu...
Sou um animal no cio!
Tu com força, bem fundo, fodes-me sem parar...
O mais fundo que nos é permitido...
O nosso desejo, as tuas as marcas...
Um grito selvagem de um orgasmo sai de mim...

2 comentários: