Blue Eyes

Blue Eyes

domingo, 31 de maio de 2015

Secreta luxúria

A visita já estava programada.
Planeámos tudo...
Uma certa excitação começava a consumir-mos.
Um pouco de nervosismo também.
Fizemos alguns comentários acerca de como seria, do que iríamos encontrar e sobre a vontade de conhecer o espaço.
- Tás nervosa?
- Não e tu? Estás?
- Também não amor.
Entretanto chegámos.
Ninguém à porta. Apenas uma luz a iluminar.
Entramos.
- Boa noite! disse o porteiro.
- Olá, boa noite.
Somos os Blue Eyes Couple, dissemos nós.
- Concerteza.
Menos de um minuto depois estávamos a ser recebidos por um casal pertencente ao Staff, super gentis, super atenciosos e que fizeram o favor de nos mostrar todas as instalações.
O espaço estava muito bem concebido, uma decoração a condizer e o ambiente era de uma uma sensualidade a toda a prova!
Os homens estavam muito bem vestidos, de forma descontraída e as mulheres estavam simplesmente fabulosas!
Vestidos muito sensuais, um tesão só de olhar!
A grande maioria das pessoas eram da nossa faixa etária.
A música estava ao nível das melhores discotecas.
Um ambiente pleno de erotismo, sensualidade e excitação.
A forma como dançavam, como trocavam olhares, como se abordavam, como se moviam.....
Dançávamos, beijávamos-nos, bebíamos e dançávamos.
Levados pelo clima de ousadia, decidimos deslocar-nos da pista para ver outros espaços.
O que encontrámos estava ao nível das mais loucas fantasias, da maior sensualidade, do maior clima de excitação.
Entrámos num espaçoso, com muito pouca luz, onde havia um sofá.
Levados pelo clima, deixámo-nos estar por ali nesse espaço escuro.
Miss Blue Eyes encostou-se à parede e começamos a beijar-nos loucamente, as nossas mãos procuravam o corpo do outro,
Mãos que percorriam o outro por cima das roupas.
A excitação começou a subir exponencialmente com a respiração de cada um, com os gemidos que começávamos a ouvir de outros casais que sabíamos estarem ali a partilhar aquele pequeno espaço.
Uma loucura. Que tesão!
Os gemidos aumentaram de tom.
Dois casais, ela com ela...
Sons eram altamente eróticos e excitantes....
- Gostas?
- Humm...gosto.
Ela de quatro e ele a possuí-la por detrás...
Aquele pequeno estava a deixar-nos loucos de tanto tesão.
Eu estava completamente duro.
Miss Blue Eyes estava super húmida de tanta excitação e não tinha forma de parar de aumentar.
Os gemidos que vinham de todas as divisões...
Era difícil de controlar tudo que estávamos a sentir, aquele desejo de sexo, de prazer que nos consumia.
De repente sinto a Miss Blue Eyes baixar-se, a boca quente a envolver todo o meu caralho, não estava a ser fácil de aguentar sem explodir na boca gulosa da minha devoradora!
Rapidamente peguei nela, fomos para o sofá, ela sentou-se de costas para mim e começámos a foder.
A foder ali, autenticamente como desalmados, completamente loucos de tesão.
Trocámos de posição, fico de pé e penetro a Miss Blue Eyes de quatro .
Estava a ser demais e quase ao mesmo tempo. Miss Blue Eyes a beijar outra que já estava a ser possuída pelo parceiro.
Não demorou muito até sentir-mos que o orgasmo estava a chegar, sentimos o mesmo do outro casal e de repente foram quatro orgasmos a chegar avassaladoramente.
Naquela luxuria. Naquele aquele momento de prazer.
Que orgasmos!
As respirações ofegantes, a rasgar o silêncio. Tão bom, tão bom....

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Suavemente

Momentos intensos de prazer...
Ondas de tesão...
Refrescam-nos a mente...
Alimentam-nos a luxuria...
Estamos desejosos !

Noites de Prazer

Os nossos sexos sedentos...
Vulcões de tesão...
Vibram dentro de nós...
Sensações explosivas...
Que nos correm nas veias !
Quero abandonar-me à luxuria...
Quero entregar-me à lascívia...
Quero ser possuída de desejo...
Quero sentir-me exausta de tesão !

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Para ti

Não pares...
Quero sentir-te...com o apertar das tuas mãos na minha carne.
Com o odor dos corpos húmidos desse prazer que não se explica.
Com as gotas dessa entrega que a cada dia é única.
Saborear a pele.
Impregnada de ti.

Delicia-te

Os teus desejos completam-se dentro de mim, orgásmicos e plenos, inundas-me de paixão.

Num ápice de loucura

Vem...
Vem mexer comigo...
Vem...
Vem e percorre e descobre a geografia das curvas do meu corpo.
Vem e encontra com as tuas mãos o meu sexo ardente, latente, voraz.
Vem e mostra-me o sabor da tua boca, de segredos que quero descobrir.
Vem e traz o teu corpo.
Mostra-me, revela-te como o calor do sol, a tua chama ardente de um desejo imparcial.
O momento, os gemidos...
Fico louca, alucinada.
Vem e demonstra-me com paixão a loucura que acode a minha garganta seca pela sede do teu néctar.
Vem, a boca está entreaberta, os meus lábios famintos.
A minha boca absorve o fruto do meu desejo.
Vem...
Aperta-me... Acolhe o meu fogo.
Em chamas e brasas e entre os meus seios..
Vem e junta-te à minha nascente que é o teu rio.
Vem....vem...
Quero a tua fonte, o fogo e beber o teu mel.
E deixar escorrer na minha garganta.
Tu queimas como a areia quente do deserto e invades o meu sexo quente, húmido e faminto.
Oásis de prazer, o meu orgasmo...
Vem ... vem....

Paixão e devoção

Não é só tesão!
É vontade de dividir todos os momentos.
Vontade de ouvir sempre aquele riso desarmado, vontade de passar os dedos naqueles cabelos, vontade de respirar sempre aquele cheiro, vontade de me perder naqueles olhos.
É muito mais que tesão é vontade de ser, de pertencer, de fazer parte, de ser um.

Querer mais

Perde-te comigo...
Descobre tudo o que precisa de mim.
Consome este corpo entregue à ti. E deixa-me só ser feliz contigo.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Vale a pena

Onde há uma vontade...
Vai haver uma chama!
Onde há uma chama...
Alguém se destina...
...a queimar-se...

Expor o prazer

Na hora do prazer não se reprima, deixe-o sair, exponha sem medo, sem perguntar porque.
Isso aquece e incendeia...

Um beijo quente

E fantástico fazer uma mulher sentir-se nua apenas com o desejo de um olhar, pode ter certeza que não vai ficar só no olhar, o corpo se manifesta, o desejo chama e o rumo dos corpos em chamas são juntos na cama.

O desejo chama

No mundo já existem muitas leis, mas para o amor, desde que seja para o bem, vale tudo, entre duas pessoas não deve existir limites. A vida não teria graça sem aquelas saliências, ousadias e caminhos na hora ''H''.

Frágil e forte...

O proibido sempre tem um sabor... curioso.

Eu, agora!

Fode os meus desejos...
... e sacia os meus vícios.
Porque quando tu vais para pedir para... 
... que assim seja:
... a tua puta!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Túnel sem saída

Cravei-te as minhas unhas no teu rabo.
Remexi-te as tuas nádegas.
Mordi-te para deixar a minha marca.
Fiz-te um “botão de rosa” que te faz levar ao auge.
Bati-te no traseiro até me doer a mão.
Penetrei-te no túnel sem saída.
Arranquei-te gritos e gemidos de dor e prazer.
Dei-te o orgasmo que merecias.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Cereja

A delicia da cereja.
A cereja que me vais dar...
Só com a minha boca vou apanhar!
Vou mansinho...
Deslizo a minha língua por todo o caminho.
Descubro todos os sabores!
Deixo-te louca, e abocanho-te...
E por fim saboreio o teu doce néctar!

quarta-feira, 20 de maio de 2015

QUERO-TE!

Beijar-te prolongadamente. Sentir o teu sabor, segurar nos teus cabelos e prender a tua boca na minha. 
Beijos suaves, ternos que depressa se tornam apaixonantes e desconcertantes. 
QUERO-TE! 
Despir-te lentamente, olhar te nos olhos e deixar-te ver o meu desejo. 
Embrenhar-me no teu cheiro. Ouvir o teu respirar. 
Beijar o teu pescoço.
Um abraço quente de dois corpos ardentes. 


QUERO-TE! 
Tocar de leve na tua pele, fazer-te arrepiar e sentir cada arrepio que te vou provocar. 
Segurar na tua mão e guiá-la no meu corpo. Sente o pulsar da minha pele, faz-me arrepiar também. Deixar os teus mamilos hirtos tocar nos meus e colarmos o resto dos corpos como se um puzzle estivéssemos a montar. 
Não vou resistir e vou beijá-los. 
Melhor! Vou mamar e chupar. 
QUERO-TE! 
Deixa a minha delicadeza encontrar-se com a tua e torná-la fogo. 
Sente a tua humidade junto á minha. 
QUERO-TE! 
Beijar as tuas coxas. que me Olhas e digas que queres mais. 
Beijar as tuas virilhas, desenhar a tua letra V com a minha lingua e que me olhes mais uma vez! Diz-me que queres mais! 
A minha língua vai percorrer a tua pele, ate encontrar o teu clitóris que já pulsa. 
Vou chupar como se de alimento eu precisa-se. 
Ajoelhar-me e saborear o teu licor. 
QUERO-TE! 
Sentir o teu delírio. 
Faz-me esquecer o politicamente correto e deixa-me foder-te com os meus dedos como ninguém ainda o fez. 
QUERO-TE! 
Com tanta tesão junta, enlouquecer um homem. Deixa-lo ver-nos e deliciar-se com todo este cenário. 
Vamos arafar juntas! 
Vamos ser o desejo do tesão.
QUERO-TE!

sábado, 16 de maio de 2015

Ela quer foder

Ela quer foder-te. 
Sem roupa e sem palavras. 
Apenas foder-te. 
Tem fome de ti e da tua imaginação silenciosa.
Vai lamber o teu sexo...
Vai continuar a dar prazer.
O sopro e ss gemidos.
O inferno mora na ponta da tua língua. 
A força das entranhas prontas a explodir.
Ela quer foder-te.

terça-feira, 12 de maio de 2015

A Submissa e a Dominadora


 ( Para quem ainda não leu, fica aqui a experiência da Miss Blue Eyes como Submissa! )
Primeiro encontro com uma Dominadora ( Domme Cris ).
Miss Blue Eyes tinha o desejo de ser Submissa perante uma Dominadora, na realidade ela ficava excitada com esta ideia, a ideia de ser uma puta, uma cadela, de ser " usada " perante uma mulher, tinha a necessidade de experimentar, o querer era muito, e dava-lhe muito tesão.
Encontramos uma Dominadora que queria dar-lhe essa experiência, marcamos um encontro e fomos para a sessão.
Miss Blue Eyes aprendeu de imediato que deveria tratar a Dominadora apenas por “ Minha Senhora ”, e só após ser colocada a coleira no pescoço passaria a ser uma Submissa.
Pronta para ser “ usada “ e “ abusada “ pela sua Domme, foi arranjar-se e ficou apenas em lingerie, estava preparada para finalmente se submeter perante a sua Dona.
Começou por aprender as posições de submissão, como deveria portar-se perante a presença e a ausência da sua Dona.
Foi tratada como uma verdadeira cadela, e apanhou muito, tal como vou agora passar a descrever.
Dominadora ordenou que a Miss Blues Eyes ficasse de joelhos dizendo:
- Depois da coleira colocada só vais responder ás minhas perguntas com “Sim Senhora, Não Senhora”.
- As palavras de segurança serão “ amarelo” para abrandar e “ vermelho “ para parar.
Cumprindo as ordens começou a caminhar como uma cadela, sempre um passo atrás e sempre de joelhos fazendo círculos á volta da sala seguindo ordens e sempre a obedecer á sua Dona.
- Isso, quero-te como uma cadelinha obediente…, isso, sempre a seguir os meus pés…, isso…
E assim foi Miss Blue Eyes a rastejar aos pés da sua Dona cumprindo todas as Suas ordens.
- Vai encosta-te na Cruz.
Miss Blue Eyes, cumpriu de imediato.
Foi presa na cruz ficando virada de frente para a sua Dona que lhe ia passando as mãos pelo corpo, estava a acariciar de forma a preparar a sua pele para o que estava para vir.
Mistress retira-lhe o soutien, a Miss Blue Eyes fica com as mamas á mostra e são lhe colocadas umas molas nos mamilos.
Miss Blue Eyes está com desejo, de sentir a dor misturada com prazer…. Vai recebendo as caricias disfarçadas da sua Dona, ora nas mamas , ora na sua cona sedenta de desejo de se vir…
Dominadora Cris :
- Como se tem portado a menina? Tem se portado bem?
Miss Blue Eyes responde:
- Sim Senhora.
Dominadora Cris :
Tem se portado como uma cadelinha?
Miss Blue Eyes:
- Sim, minha senhora.
Ela vai sempre respondendo á sua Dona, com " Sim minha Senhora ou Não minha Senhora "...
Domme começa a acariciar a cona, a sentir o desejo claro da Miss Blue Eyes, ela estremece, a Domme começa a bater-lhe na cona...
Dominadora Cris :
- Gostas minha puta?
Miss Blue Eyes:
- Sim, minha senhora.
Gostas?
- Sim, gosto minha senhora.
Gostas de ser a minha puta?
- Sim, minha senhora.
Da-te prazer, receberes estas chicotadas?
- Sim, minha senhora.
Domme mete-lhe um dedo dentro da cona, leva esse dedo á boca da Miss Blue Eyes, ela delicia-se com o seu próprio sabor, chupa e lambe o dedo da sua Dona, que repetidamente a fode com os dedos, e repetidamente os leva á boca para a Miss Blue Eyes os saborear.
Dominadora Cris :
- Gostas, minha puta? Gostas de chupar?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Na Cruz a Miss Blue Eyes recebe chicotadas do flogger da sua Domme, chicotadas atrás de chicotadas….
Dominadora Cris :
- Gostas de sentir as minhas chicotadas, os meus floggers?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Miss Blue Eyes responde sempre muito obediente, da para ver que está a gostar, de receber um tratamento especial, de ser a puta, a cadela da sua dona.
Domme Cris liberta Miss Blue Eyes, manda-a ficar de costas na cruz e é novamente presa. 
Recomeçam as caricias da Dona nas suas costas a preparar o que viria.
Começa por dar fortes palmadas no rabo, Miss Blue Eyes geme, então começa a estalar o som dos Floggers, ia dando sem parar, umas atrás de outras...
Gostas? É Bom?
- Sim, minha senhora.
Gostas minha puta?
- Sim minha senhora!
Num breve instante, a Domme pega numa palmatoria ( chamo-lhe a pá de padeiro... rrssssss) e da-lhe bem forte no rabo, Miss Blue Eyesgritageme, não utiliza a palavra de segurança.
Então, e novamente, passa-lhe as mãos pelo corpo todo, acaricia, amansa durante alguns minutos... depois utiliza novamente os 2 floggerschicotadas atrás de chicotadas, sem parar.
Então gostas?
É bom, minha senhora.
Recebe mais e mais Floggers pelo corpo todo, chicotadas umas atrás de outras, até que a Miss Blue Eyes diz:
- " AMARELO " senhora.
Estou a ser mazinha contigo?
Não, minha senhora.
Domme Cris liberta a Miss Blue Eyes da cruz, e ordena para que fique de joelhos, a seus pés. A olhar para o chão...
Dominadora diz, " uma cadelinha obdiente só faz o que eu mandar".
Miss Blue Eyes está ser uma boa cadelinha, muito obediente á sua Dona.
Domme Cris diz: “Estás aqui para me servir”. E vai sempre acariciando, amansando a pele, o corpo da Miss Blue Eyes.
Quem manda aqui?
- A senhora.
-Respondes muito baixo minha cadelinha, fala altoquero-te ouvir...
- Sim, minha senhora.
-Minha cadelinha deita-te no chão, !!! Diz a autoritária Domme Cris.
Miss Blue Eyes, deita-se de barriga para cima...
Dominadora Cris :
- Gostas dos meus pés?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Dominadora Cris :
- É bom, não é?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Dominadora Cris :
- É bom, minha puta?
Miss Blue Eyes :
- Sim minha senhora
Dominadora Cris :
- Gostas de sentir as minhas botas?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Domme Cris acaricia-lhe as mamas, apertando-as, pressionando os bicos, deixando-os bem tesos...
- Gostas, minha cadela, pergunta a Dominadora Cris.
-Sim, minha senhora, responde a Miss Blue Eyes.
Dominadora, leva os seus dedos á cona da Miss Blue Eyes e vai fodendo-a, fode-a devagar, e vai levando os dedos á boca da Miss Blue Eyes, que se delicia com o seu néctar, com a sua humidade...
Domme, decide novamente por as molas nas mamas da Miss Blue Eyes, estes apertam os bicos provocando uma dor, de imediato a Miss Blue Eyes diz : " AMARELO ", Senhora...
Não mudando muito de estratégia, a Domme decide utilizar umas molas mais fracas, mas que dão pequenos choques. Miss Blue Eyes geme, ao sentir estes choquesgeme de tesãogeme de prazer, perante a sua Dona...
Dominadora Cris :
- O que sentes?
Miss Blue Eyes :
- Prazer, minha senhora.
Dominadora Cris :
- Gostas, minha cadela?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Dominadora Cris :
- É bom?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Dominadora Cris , introduz os seus dedos na cona da Miss Blue Eyes e começa a fode-la sem parar, fode-afode-a, e leva os dedos á boca da Miss Blue Eyes, a cadela lambe e chupa os dedos da sua Dona.
Dominadora Cris , diz: " Tas a gostar "!!!
Miss Blue Eyes, responde de imediato dizendo " SIM, minha senhora".
A sua Dona, vai acariciando-lhe o clitóris, e fode-a ao mesmo tempo, a Miss Blue Eyes geme, gemecontorce-se toda, todo o seu corpo treme.
Dominadora Cris pergunta á sua cadela do que ela gosta mais...
Miss Blue Eyes, responde :
- De tudo, minha senhora.
Dominadora Cris :
- De tudo? diz lá, o que desejas? o que queres? Queres te vir?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora quero me vir.
Dominadora Cris :
- Então pede, pede para a tua dona deixar-te vir.
Miss Blue Eyes :
- Minha senhora, deixe-me virdeixe-me vir...
A tua senhora NÃO TE DEIXA VIR.... Diz a Domme Cris.
Domme Cris, levanta-se e foi buscar gelo, ia passar o gelo no corpo da sua cadela, da sua puta, da sua serva...
Passa o gelo pelas mamas, em volta dos bicos, tesos e duros de tesão da sua senhora. Vai descendo descendo, e passa gelo no seu clitóris, Miss Blue Eyes gemegeme de prazer... A Domme Cris liga as molas eléctricas, e da-lhe pequenos choques nos bicos das mamas da Miss Blue Eyes, ela está tão sensível que diz: " Amarelo ", senhora. A Domme Cris, abranda e mete mais gelo nos mamilos...
Dominadora Cris :
- O que sentes? É bom?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora, é bom.
Dominadora Cris :
- Queres que te deixe vir?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Dominadora Cris :
- Então implora para que te deixe vir.
Miss Blue Eyes :
- Minha senhora, por favor deixe-me vir...
Domme Cris, retira-lhe as cuecas, e mete mais gelo no clitóris da Miss Blue Eyes. Introduz um dedo na cona, e diz:
- Estás quente!!! Não queres que te faça vir? Quero que te venhas... Queres que te aqueça mais?
Miss Blue Eyes :
- Sim minha senhora.
Domme Cris introduz os dedos dentro da cona da Miss Blue Eyes, e vais dizendo: " Estás húmida" , e mete mais os dedos, fode a cona da Miss blue Eyes sem parar...
Dominadora Cris :
- É bom?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Diz que adoras a tua senhora, a tua donadiz, para mim, diz!!!
Diz que és a minha puta, a minha cadeladiz!!!
Miss Blue Eyes :
- Senhora, sou a sua cadela, a sua puta, sou toda sua...
- Senhora quero me vir...
Dominadora Cris :
- Minha cadelinha, tens 10 segundos para te vires...
num segundo a Miss Blue Eyes explodiu de prazer. A sua dona não parava de a foder, sempre com os dedos dentro dela, sempre acariciando-lhe o clitoris.
Dominadora Cris :
- Quero que te venhas outra vez...
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
A sua Dominadora fodia com os dedos, e perguntava-lhe:
- O que sente a minha cadelinha, a minha puta?
Miss Blue Eyes :
Prazer, minha senhora.
Quero que te VENHAS, ordena a Dominadora Cris.
Dominadora Cris agarra num Plu gin, lubrifica-o, acaricia-lhe as mamas, abre as pernas á Miss Blue Eyes e introduz dentro dela. Liga e vai controlando a vibração para dentro da Miss Blue Eyes... Após uns minutos, retirou e a Domme Cris, começou a colocar molas nos lábios vaginais da Miss Blue Eyes, colocou em voltada da cona e foi subindo, colocando no umbigo, barriga e nas mamas...
Miss Blue Eyes como estava tão sensível nas mamas, utilizou de imediato a palavra de segurança " AMARELO ".
A sua Dominadora foi passando as mãos pelos molas, mexendo nelas, Miss blue Eyes sentia prazer na dor, a cara dela dizia tudo.Domme Cris, foi retirando as molas, e via-se as marcas das mesmas nos labios vaginais da Miss Blue Eyesvermelhinhos, lindos e húmida...
Dominadora Cris :
- Diz que é bom, diz...
Miss Blue Eyes :
- É bom, minha senhora.
Domme Cris ao ouvir a resposta da sua cadela, mete-lhe os dedos e começa a foder a puta obediente...Seguidamente a Domme Cris levanta-se e mete a mordaça ( Gag Ball ) na boca da Miss Blue Eyes, e diz:
- Se queres que pare, levantas o braço.
Domme Cris, olha para a bomba de vácuo e decide utilizar, ( é uma bomba que puxa os lábios vaginais e clitóris através de vácuo de ar tornando-os maiores e mais sensíveis, facilitando a excitação da mulher devido ao aumento de fluxo sanguíneo nos genitais ), passado uns minutos os lábios vaginais da Miss Blue Eyes aumentaram de tamanho, belo, que linda cadela...
Domme Cris, retira, e começa a fode-la com os dedos, a Miss Blue Eyes geme, gemegeme que nem uma putageme que nem uma cadelagemegeme.... Então a sua dona liga as molas eléctricas e manda-lhe choques eléctricos... ela levanta o braço... está sensível, aquelas mamas estão muitos sensíveis, dá para reparar nos bicos duros e tesos.
Domme Cris, está decidida a dar um bom tratamento à sua cadela, e insere um vibrador clitoriano tele-comandado, com varias vibrações...
Domme mete os dedos dentro da Miss Blue Eyes, sente-a húmida, molhada, mete o vibrador, e da-lhe longas vibrações, ora rápidas ora lentas, a sua cadela deliratremecontorce-se de prazer, não vai aguentar muito mais tempo.
Miss Blue Eyes vem-se.... ahhhhhh... huuuummmmm aaiaiaiiiiii....
Grita, ordena a Dominadora Cris .
Miss Blue Eyes está com uma respiração ofegantedelira de prazerprazer nunca antes sentido.
- Queres que pare? pergunta a Dominadora Cris .
Miss Blue Eyes :
-Não, minha senhora.
Então, gritagrita minha cadela, quero-te ouvir a gritar.... grita minha puta, diz a Domme Cris.
E ela gritougemeu, e gemeu diante a sua dona.
Domme Cris coloca a vibração que pretende para que a Miss Blue Eyes possa sentir, e manda-a gatinhar a seus pés....
Dominadora Cris :
- Está bom assim, minha cadela obediente?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Miss Blue Eyes vai recebendo palmadas nas nádegas vermelhinhas, lindas de se ver, sempre a gatinhar, sempre com o vibrador introduzido, e sempre a vibrar...
A minha cadelinha vai para a sua " casota " vai lá pá dentro, ! " sim , minha senhora ", responde a Miss Blue Eyes.
Domme Cris fecha a porta e a sua cadelinha fica lá dentro a aguardar as ordens da sua dona.
- A minha cadelinha tem sede? Pergunta a Domme Cris.
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora, muita sede.
Dominadora Cris :
- Queres agua?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
- O vibrador ainda está colocado? questiona a Domme Cris.
- Sim, minha senhora, responde a Miss Blue Eyes.
- Quero isso sempre dentro da minha cadelinha, diz a Domme Cris.
- Sim, minha senhora, responde a Miss Blue Eyes.
Miss Blue Eyes ali ficou a aguardar as ordens da sua dona, no seu lugar, no interior da casota, sempre com o vibrador dentro dela....
- Podes sair, disse a sua dona.
E a Miss Blue Eyes foi de gatas até á sua dona, depois seguiu-a atrás dela, até ao local onde iria ser fodida pela sua dona...
cadela estava no seu lugar, e a sua dona retirou o vibrador do interior da Miss Blue Eyes. A Domme Cris penetra a cona com os dedos, ao mesmo tempo que lhe acariciava o clitoris.
Dominadora Cris :
- Gostas?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Dominadora Cris :
- Queres te vir?
Miss Blue Eyes :
- Sim, minha senhora.
Dominadora Cris :
- És o que para mim?
Miss Blue Eyes :
- Sou a sua puta a sua cadela, minha senhora.
Dominadora Cris utiliza outro vibrador diferente o ( wanachi ), a Miss Blue Eyes delirava de prazer, a imagem dela, os gestos, os olhos, a respiração denunciava...
Dominadora Cris :
- Implora por mais, implora que queres maismais vibração, implora minha cadela.
Miss Blue Eyes :
Quero maismaismais, minha senhora, quero maispor favormais...
A vibração continuava, agora a Miss Blue Eyes segurava no vibrador, ela gemiagemia...
- Queres te vir minha cadelinha, não queres? Anda pede, pede mais , pede, ordena a Domme Cris.
Miss Blue Eyes :
- Quero mais, quero me vir minha senhora.
Dominadora Cris começa a foder manualmente com um Plug a sua cadela com um vibrador normal, enquanto a Miss Blue Eyes segurava em outro vibrador que lhe dava prazer no seu clitóris, a Miss Blue Eyes estava a ser bem fodida...
Miss Blue Eyes implorava para se poder vir.
Quero me virquero me vir, quero me vir minha senhora.
Até que se deu a explosão, a cadela veio-se em gemidos gritos de prazer, toda ela tremia, e a sua dona assistia.
Dominadora Cris :
- Gostas-te?
Miss Blue Eyes :
- Sim minha senhora.
E sem parar a Domme Cris foi-lhe acariciando o clitóris, sem parar... Domme Cris coloca uma " venda " nos olhos da Miss Blue Eyes, ela ia só sentircheirarouvir, a visão dela estava agora tapada.
A sua Dona coloca então o Strap On e começa a penetra-la, dando-lhe leves estocadas, ao mesmo tempo que lhe acariciavas o clitóris e as mamas.
Dominadora Cris começa a fode-la sem parar, dando-lhe prazer na cona da sua cadela, toda ela com o cio, o calor subia pelo corpo da sua cadela, da sua puta... até que a sua cadela veio-se ruidosamente....