Blue Eyes

Blue Eyes

sábado, 20 de junho de 2015

Ansiosa

Uma sensação entre minhas pernas, percebi que estava húmida, coloquei minha mão na minha grutinha e estava toda molhadinha.
Eu estava tão molhada que minhas as mãos escorregavam nela.
Ao tocá-la, dava-me sensações de querer prazer, gozar,tinha uma necessidade diferente, precisava de uma mulher, para me saciar.
Estava com tanto desejo que não pude me conter mais...
Virei-me -a, acariciei-a, lambia toda a gruta, todo o clitóris era chupado por mim, tão bom, tão doce.
O meu tesão, o meu prazer.
Comecei a passar os meus dedos no meu clitóris, lentamente, a língua deslizava nos lábios carnudos...
O meu prazer foi aumentando, o dela também, acelerei com is meus dedos.
Abri ainda mais as pernas dela, louca para ser devorada.
Não conseguia me conter, o meu prazer e o dela era enorme.
Gemíamos de tesão e prazer.
Estava a ser tão bom, queríamos explodir, já não aguentamos mais.
Eu, louca de tesão, as minhas mãos corresponderem aos meus desejos e aumentaram de velocidade.
Já não conseguia parar.
Quanto tesão, quanto desejo em vir para ela, com um gemido forte, um orgasmo louco explodi, e ela para mim...
O orgasmo dela na minha boca.

Sem comentários:

Enviar um comentário