Blue Eyes

Blue Eyes

quinta-feira, 18 de junho de 2015

No campo

Saímos de casa com sol. Eu de calções e t-shirt. Ela de vestido de verao.
O vestido da Miss Blue Eyes era transparente e notava-se as suas cuequinhas enfiadas no rabo. Comecei a provoca-la, a olhar para o cu dela.
Ela disse: Tenho a rata toda molhada.
Mandei-a tirar as cuecas, e na viagem ela foi esfregando o grelo e tocando nas mamas. O meu pau já estava de fora dos calções.
Parei... e fomos para uma casa em ruínas.
Tirei a t-shirt e a coisa aqueceu, ela sem cuecas nem soutien e com o vestido colado ao corpo. Cu espetadinho, mandei-a exibir-se.
Ela desaperta o vestido e começa a movimentar as ancas e diz:
- É hoje que me fodes no campo?
Baixou-se e começou a mamar no meu pau e a esfregar o grelo.
Lindo.
Puxei-a para cima e deitei-a em cima de uma parede em ruínas. Mamava-lhe o grelo, ela gemia e gritava a com grande a vontade. 
Esporrou-se toda.
- Trata da tua cadela.
Montei-a numa canzana doida, batia-lhe nas nádegas., a cadela estava doida e eu também.Tirei da cona e dei-lhe uma bela esporradela na boca.
Miss Blue Eyes chupou, e chupou, todinho.
Que cenário lindo, molhados, nus, ela cheia de leite nas mamas e a pedir por mais.
Fode-me contra o tronco da arvore, diz ela. Espetei-lhe de novo na cona a canzana, o rego do cu tinha agua de suor.
Estava-mos a foder que nem uns animais...
Foda brutal com gemidos de desejo e tesão...
Que bela foda.

Sem comentários:

Enviar um comentário