Blue Eyes

Blue Eyes

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Um brilho diferente

Vislumbrar as linhas do corpo da Miss Blue Eyes despertam em mim um tesão enorme.
Miss Blue Eyes apercebe-se do meu tesão, e ainda me provoca mais...
Ali o seu corpo mesmo à minha frente, a masturbar-se para mim.
Nesse momento não aguentei mais e vou ao encontro dela.
O que mais queria era dar uma bela foda naquele momento.
Assim que lhe toco toco o corpo da Miss Blue Eyes estreme e arrepia-se, lentamente vou subindo as minhas mãos até às suas coxas, sempre massajando com uma firme delicadeza.
Miss Blue Eyes mostra-me o corpo lindo e bem trabalhado, as mamas pequenas e tesas são deslumbrantes, as pernas e o rabo são bem firmes e apetecíveis.
Agarrei-lhe as nádegas abrindo-lhe todo aquele rabo delicioso.
Imediatamente Miss Blue Eyes tirou-me as calças e puxou o mastro para fora começou a fazer-me uma bela mamada, que garganta funda aquela, Miss Blue Eyes engolia o meu mastro todo e com a língua ainda me tocava nos colhões, Miss Blue Eyes mamou e mamou durante um bom bocado até que lhe disse que agora era a minha vez.
Assim que lhe toquei veio-se, uma série de vezes seguidas, não foi preciso muito esforço para que Miss Blue Eyes se viesse várias vezes seguidas durante aquele cunilingus.
Miss Blue Eyes é um vulcão. Monta-se em cima de mim num tesão desenfreado, tal que não me aguentei e explodi dentro da Miss Blue Eyes que nem assim parou de saltar e galopar no meu caralho, agarrei nas mamas e lambi-as completamente, os mamilos estavam como pedra com tanto tesão acumulado.
Miss Blue Eyes não parava nem abrandava em cima de mim e assim rapidamente Miss Blue Eyes teve um novo orgasmo.
Aproveitei e mudei de posição, queria comê-la à canzana, ver todo aquele rabo bem aberto enquanto o meu caralho se afundava naquela cona louca por tesão, Miss Blue Eyes gemia de prazer e contorcia-se com as sensações causadas por aquela penetração que tanto prazer nos estava a dar.
Miss Blue Eyes queria ser bem saciada, todo o seu corpo estremecia de tanto prazer.
Gemia, tremia e não sabia mais o que fazer para aguentar tanto prazer que sentia, o meu tesão só aumentava cada vez que lhe dava uma estocada onde me enterrava completamente naquele cona, dei-lhe umas palmadas e puxei-lhe os cabelos à bruta e foi a gota de água.
Miss Blue Eyes rebentou, gritou e gritou, gemeu e contorceu-se de prazer num orgasmo dos mais loucos que já vi.
Finalmente Miss Blue Eyes estava saciada mas não sem por ultimo se ter agarrado ao meu caralho e ter lambido todo o leite que ainda restava. 

1 comentário:

  1. Miss Blue Eyes, me deixou com uma vontade louca de conhece-la, que vulcão de mulher, mas ainda te comeria o cuzinho de quatro lhe segurando pelos cabelos e gozando forte em seu interior, somente depois me chuparias todinho até a ultima gota.

    Billy

    ResponderEliminar