Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Prazer com os dedos

Hoje ao acordar, ainda sonolenta, senti uma sensação estanha entre as minhas pernas, mexendo-me de um lado para o outro percebi que algo estava húmido.
Coloquei a minha mão na minha gruta e estava toda molhadinha.
Eu estava tão molhada que as minhas mãos escorregavam nela.
Ao tocá-la, dava-me sensações de querer prazer, mas eu não queria me tocar, a minha necessidade era do Mr Blue Eyes a me penetrar.
Mas eu estava com tanto desejo que não pude me conter em esperar por ele.
Então virei-me de costas para cama e com a mão na minha gruta fui mexendo bem devagar, sentia todo o meu tesão, lentamente para alongar o meu prazer.
Imaginei ele a lamber-me, comecei a passar os meus dedos no meu clitóris, lentamente, imaginando a língua do Mr BlueEyes a deslizar sobre ela.
O meu prazer foi aumentando...
Abri as minhas pernas, louca para ser penetrada, passava os meus dedos sobre a minha gruta que retraia aos apertos dos meus dedos.
Introduzia os meus dedos, não conseguia me conter, enfiava tudo.
Eu suava, gemia, penetrava-me, a outra mão passava sobre os meus seios. Masturbava-me ferozmente, no meu clitóris, a massajá-lo.
Queria me vir, já não aguentava mais.
Eu, louca de tesão, virei-me de quatro com a cara no colchão e o meu rabo arrebitado, os meus dedos corresponderem aos meus desejos.
Já não conseguia parar, tanto tesão, tanto desejo em me vir...
E assim aconteceu, a explosão do meu prazer, um forte gemido, um orgasmo louco.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Um sobe e desce

Estava nu de pau duro, não pensei duas vezes e cai de boca…
Ahhhh que delicia, que quente.
Comecei a mamar naquele pau.
Escorreguei a minha boca naquele membro.
Ele meteu a língua no meu clítoris que já saltava de tesão.
Com as mãos abriu bem a minha racha e chupou.
Metia a língua dentro de mim.
De pé encostou o pau na entrada da minha grutinha molhada e num golpe só enfiou tudo.
Fodia-me toda.
- Vai mete tudo. Mete na tua putinha, vai mete.
- Deixa-me sentar nessa piroca.
Fui sentando até a verga dele desaparecer.
Fiquei ali num sobe e desce como uma fêmea no cio.
Hum que delicia!!!
Gritava como uma louca...
- Quero que te venhas na minha boca.
Tirei de dentro de mim e enfiei na minha boca, e com a ajuda das mãos comecei a bater e a mamar ao mesmo tempo, até que senti o jacto de esporra na minha boca... Aquele delicioso leitinho, tão quente, tão bom.
Fiquei saciada!!! Mr Blue Eyes foi muito generoso…

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Comer uma mulher

Quem não gosta de encostar uma mulher à parede e come-la assim, ali, em qualquer lugar, proporcionar-lhe prazer, de língua, deixa-la que se venha ruidosamente.

Puro e duro

Começámos a comer-nos, deliciosamente.
Apertava-lhe os seios ao mesmo tempo que ela se roçava no meu caralho. Baixei o top, lambi, chupei durante minutos a fio.
Tirei as minhas calças e os boxers e aproximei-me dela, que imediatamente começou a fazer um broche.
Pediu-me que a chupasse, ao que acedi com agrado.
Tirei-lhe a saia e com os dedos cheguei-lhe a cueca para o lado.
À minha frente uma vagina perfeita. Completamente lizinha e com lábios deliciosos.
Fiz questão de caprichar e de a levar ao primeiro orgasmo da noite.
Recomposta pediu-me para que a fodesse toda... de quatro.
Ela carinhosamente encostou-se para trás e pressionou o meu caralho no cona dela.
Fizemos sexo puro e duro.
Ao fim de fazer esta brincadeira 4 ou 5 vezes ela só me pediu que não saísse mais de dentro dela. Assim fiz. Ela gemia brutalmente.

Satisfazer

A língua dela entrou na minha boca...
Entre beijos, punha as mamas na minha cara, esfregava-se em mim, o tesão subia em espiral.
Miss Blue Eyes desapertou -me as calças e tirou para fora o meu caralho já quase duro, de imediato o colocou na boca e iniciou o broche,  ela lambia -me a glande, eu estava doido, e disse-lhe:
-Quero foder-te toda, quero montar-te à canzana.
Estava maluco. E ela pedia:
- Quero ser montada.
Meti-lhe dois dedos na cona encharcada, e comecei a fazer magia, a Miss Blue Eyes delirava e eu disse-lhe:
- Vou completar com um minete.
Comecei a passar a minha língua no seu grelo, e ao mesmo tempo os meus dedos continuavam a fazer o seu efeito, ela começava a delirar, entre lambidelas, dizia_lhe:
- És tão puta!
Ela então veio-se na minha boca.
- Ai agora quero que me comas à canzana.
- Vira esse cú para mim" dito e feito, comecei a comê-la à canzana.
- Fode-me, come-me à canzana.
Ela vinha-se, com orgasmos múltiplos... que loucura.
- Dá-me o teu leitinho.
Não me faço rogado, e num minuto, venho-me naquela cona deliciosa, e ela com gemidos de satisfação sente a cona ficar cheia do meu leitinho. 

Noite fantástica

Resolvi inovar e fui buscar uma lata de chantilly, e fiz uns traços de chantilly nas mamas da Miss Blue Eyes e comecei a lamber e a espalha-lo com a língua.

Aconselho toda a gente a fazer isto, sabe bem, e um lubrificante e deixou a Miss Blue Eyes louca, ela gemia, fechava os olhos e deitava a cabeça para trás.
Aí continuei a fazer traços no peito e na barriga da Miss Blue Eyes e a espalha-lo com a língua, fui descendo e enchi o grelo e a cona com chantilly e fiz uma festa, chupei, lambi.
A Miss Blue Eyes gemia, gritava.
Fomos refrescar-nos com um duche, e a Miss Blue Eyes aproveitou para dar um show de broche.
Uiiii, de demais, a ser chupado, mamado. O meu caralho chupado até aos colhões.
Estava a apreciar a mamada, e na minha cabeça de repente apareceu uma enorme vontade de me vir fundo na sua garganta , de empurrar a sua cabeça para baixo e puxa-la para cima até que o meu leite jorrar-se até não restar uma gota.
Ainda comecei, mas desisti...
- Queres que te foda? ao que ela respondeu:
- Sim, quero muito.
Vou para cima dela, meto o meu caralho na cona deliciosa.
- Tu queres peso, tu adoras peso, minha puta, tu queres que te monte! ao que ela responde:
- Fode-me, dá-me o teu peso.
Esforço-me por a foder com mais força...
- Quero que te venhas para  mim, já me fizeste vir 7 ou 8 vezes hoje.
A pedido da Miss Blue Eyes, ataquei aquela cona com todas as minhas forças,  e ela foi recompensada com um jorro de leite quente.

Exausta.

O tesão incendiava os nossos olhos.

Eu queria lamber a sua pele, chupar os seus mamilos e ela não demoraria muito tempo a chupar-me o caralho.
Em segundos eu desfrutava de uma imagem magnifica, a Miss Blue Eyes ajoelhada entre as minha pernas abertas e sentia a sua língua a percorrer o meu caralho, os seus lábios a rodear-lho.

Ela chupava-o com aquele jeito que me deixa louco de tesão, e eu, entre gemidos lembrava a de como era boa no broche, e incentivava a, suplicando que continuasse a chupar-me, que mamasse o meu caralho.
Resolvo por me em cima dela, roçando o meu caralho completamente teso no seu grelo, sei que assim a consigo levar á loucura... 
- Chupa-me as mamas.
Eu começo a chupar sofregamente os bicos da suas mamas, a lambe-las , e ela pede me então que lhe chupe o grelo dizendo:
- Faz-me um minete.
Eu nunca recuso um pedido destes, lambo-lhe e chupo o grelo...
- Adoro a tua língua.
Ela ia se vir toda na minha boca, gemia, não parava de gemer... E mais uma vez foi o que aconteceu.
- Agora o que queres?
- Quero montar esse caralho.
Deitei-me então, desfrutava da imagem .
O meu caralho dentro dela. Aplicava-lhe umas palmadas naquele cu. Miss Blue Eyes subia e descia no meu caralho.
- Quero comer-te á canzana.
Nessa altura, ela faz-me a vontade, saiu de cima de mim e como resposta ao meu pedido.
Ela deitou a cabeça na cama e empinou aquele cú para mim.

Não me fiz rogado agarrei-a pelas ancas e meti o caralho naquela cona deliciosa.
A imagem já era fantástica, estava a bombar, assim de quatro a meter o meu caralho com força.
Ela pedia que a comesse com força e eu não me fazia rogado, reuni todas as minha forças para conseguir foder-la assim com força, com os meus colhões a baterem no cú como ela adora, até que se viesse, o que aconteceu mais uma vez ganindo como uma vaca, como uma cadela no cio.
Queria vir-me na boca dela.
- Hum, vais-me dar leitinho na boca, que bom!
Ponho-me de pé, e ela começa a chupar-me, entro em delírio completo, só consigo dizer "que bom" , "ui que bom broche, uiiii, " adoro que me chupes o caralho, " uiiiiii" ,uiiiii, uiiii,, uiiii que eu vou-me vir , uuuiii...
- Quero o teu leitinho, dá-me o teu leitinho".
Que homem conseguia resistir a um apelo destes?
Não consigo resistir e digo-lhe:
- Uuuiiii que vou-me vir ! Toma o meu leitinho. Enchi-lhe a boca de leite.








segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Bem molhada de tesão

Ele puxou-me pela cintura, com uma mistura de força e delicadeza, prendeu-me entre os braços dele e entrelaçou as mãos nos meus cabelos como se quisesse me possuir.
sexo-anal-dor-truqueTrocamos um beijo molhado e cheio de desejo. Beijava-me, mordia o meu pescoço deixando-me louca de tesão, foi descendo devagar, provocava-me arrepios, delírios e gemidos de prazer.
Totalmente dominada, retirou-me a lingerie com delicadeza com um olhar penetrante.
Não resisti quando a sua língua quente alcançou a minha ratinha, quase desmaiei de tesão… Gritei, gemi e vim-me como uma louca…
- Agora é a minha vez!
Caí de boca no pau que estava todo húmido, duro e rígido de tanto tesão.
Ele gemia profundamente quando passava a minha língua quente por todo aquele pau, subia e descia…
- Aaahhh que delicia sentir ele todo dominado pela minha boca gulosa!!!
E quanto mais eu chupava, lambia e sugava, mais ele se contorcia de tesão e pedia mais…
- Chupa mais minha putinha, chupa… Mama esse pau do teu macho todinha!!!
E quando não estava a aguentar mais, num movimento rápido colocou-me de quatro e deliciosamente fodeu-me com força.
Devorava-me, puxava os meus cabelos, chamava-me de putinha gostosa, viemo-nos juntos, num orgasmos explosivo.
Aahhh como foi bom, como foi maravilhoso…. Uma explosão de tesão !!


sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Atraentes e sensuais...

Miss Blue Eyes começa a lamber e esfrega o grelo, devagar.
Eu mordo-lhe os bicos das mamas e ela começa a gemer.
Enrolamo-nos aos amassos.
Senta-se a esfregar o grelo enquanto lhe enfio o pau na boca.
Mamo-lhe o grelo.
Ela esfrega-me os colhões.
Põe-se de quatro a jeito de eu lhe dar por trás.
O cenário é brutal.
Miss Blue Eyes à canzana a levar comigo.
Lindo...
Miss Blue Eyes geme e vem-se abundantemente.
Não consegui aguentar muito mais e, sem aviso, tiro o caralho da rata toda húmida e meto-lhe na boca, acabando por encher-lhe a boca de leite..
Vejo aquele creme branco, ela desperdiça nada, atira-se a ele a lamber as gotas do meu prazer.
Limpou-me a ferramenta até ao fim. 

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Sem preconceitos e sem pudores

Enlouquecida!
Queres mais, Muito mais!
Mais fundo, quente que escorrega, bem no fundo. 
No teu mundo, na tua vida, em êxtase profundo.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Uma só carne e uma só alma.

Uma dança quente que envolve os nossos corpos.
Que embala, que encanta, que se espalha em toques macios nas nossas peles.
Pele excitada que exprime a vontade de ser devorada, e de devorar.
Vontade que aniquila todo o vestígio de pudor.
Pudor que não existe com tamanha necessidade de te ter.
De te ter de várias formas com múltiplos gozos.
Uma vontade que não cessa.
Que não acaba.
Um tesão inexplicável.
Quanto mais te tenho mais te quero.
É inevitável este desejo...
Penetrar-te muitas e muitas vezes.
Vais sentir a força das minhas mãos nas tuas ancas.
Vou te fazer perder os sentidos, a sensatez. Proporciona-te um deliro de orgasmos.
Nesta luxúria vou... Alimentar-te.

sábado, 12 de setembro de 2015

Bruta foda

Recebo-a de camisa desapertada....
Ela diz:
- Quando te vejo fico logo doida.
Desapertou o soutien, tirou as cuecas e começamos nos amassos.
Ela já gemia!!!
Tirou-me o pau para fora e começou a mamar.
Primeiro a cabeça, depois enterrou todo na boca ...
Apertava-me as nádegas contra ela e engolia o caralho todo.
Disse-lhe que me ia esporrar...
Ela tirou da boca e continuou a punhetar ate me vir todo na cara...
Era só leite a escorrer!!!
Despi-lhe o vestido.
Chupei os mamilos, trinquei como ela gosta.
Abri as pernase comecei a mamar-lhe a cona, depiladinha e encharcada.
Ela gemia!!!
Saí da cona dela e fui lhe dar o sabor a boca.
Chupei de novo as mamas, esfregava o grelo encharcado, ela diz:
Lambe-me a cona, foda-se!
Voltei ao grelo e lambi, mamei...
Esporrou-se toda que nem uma cadela com o cio.
Agora vais ser toda fodida!!!!
Meti-lho na boca e ela chupou chupou e chupou enquanto lhe esfregava o grelo.
Coloquei-a de lado e espetei-lhe todo na cona enquanto lhe apertava as mamas.
Ela dizia:
- Ui ui fode, fode-me toda, fode.
Pedi-lhe para se por na posição de canzana e espetei-lhe todo a bruta ao mesmo tempo que lhe agarrava nas ancas e dava palmadas no cu.
Ela gemia gemia gemia...
- Só estas bem quando tas a levar nessa cona.
Bombei na cona.
Sentei-me...
Ela montou-me e começou a comandar.
Chupava-lhe as mamas enquanto ela fodia-me o caralho todo.
Ficou doida!!!
- Trata-me como uma puta ordinária.
Coloquei-a de novo de canzana dei-lhe por trás, a bruta....
Levou umas valentes palmadas, puxei-lhe o cabelo para trás e dei-lhe os dedos a chupar.
Ela chupava e dizia:
- Fode me, fode-me toda. Tou a precisar de uma boa foda.
Enquanto lhe espetava todo, disse lhe:
- Vou-me esporrar minha cadela.
Ela virou-se e disse:
- Aguenta só uns segundos...
Em segundos ela la esporrou-se toda, contorceu-se de prazer.
Virou-se para mim e disse:
- Esporra-te todo para mim...
- Quero ver esse leitinho a sair desse caralho.
- Anda, vem-te, da-me esse leitinho quente, esporra-te todo...

E assim o fiz...
Tirei o caralho de dentro daquela cona quente e totalmente húmida, comecei a bater uma punheta, e toda a minha esporra começou a sair para cima dela...
Ela gemia, delirava, ficava louca ao sentir os jactos, as gotas do leite quente a tocar-lhe na pele..
Esfregava o leitinho na pele como de creme corporal fosse.


Corpos suados

Abracei-a e beija-mo-nos com paixão...
Com o fogo dos nossos corpos, comecei a ficar duro de tesão ela apercebeu-se e começou a esfregar no meu corpo.
Estava toda molhada de tesão, comecei a lamber-lhe bem devagar...
Sentia o arfar de tesão que ela sentia.
- Ohhhhhh... tão bommmmm... isso lambe-me toda... uiii que bom...
Ela levantou-me e beijou-me loucamente, depois ajoelhou-se e agarrou no meu caralho duro que pingava de tanto tesão...ela abocanhou-o de uma só vez e começou a chupar-mo calmamente também.
Estava doido de tesão!!!
- Ohhhhhhh que boca doce e quente que tu tens... hummmmmm... chupa esse caralho todo, é todo teu, chupa-o... ohhh que tesão que me estás a dar.
Minutos depois ela colocou-se de 4 para a foder por trás.
Mas eu antes de a penetrar lambi-lhe aquela cona suculenta de tesão o que lhe deixava ainda mais louca de tesão.
- Aiiii... isso espeta-me esse caralho todo na cona... anda fode-me, fode-me estou doida de tesão... aiiii que língua boa.
Depois lambi-lhe aquele cu apertadinho e apetitoso, devagar, a cada passagem vibrava-lhe o anús, o que lhe dava muito mais gozo.
- Aiiiiii... isso lambe-me o cu isso... ohhhhhh... porra que tesão.
Eu cheio de tesão e duro como pedra meti-lho todo dentro daquela cona boa.
Comecei num entra e sai daquela cona, penetrava bem fundo, ela soltava gemidos longos de prazer.
Cada centímetro do meu caralho que entrava naquela cona ela absorvia-os com total gozo e prazer.
Estava a ser uma foda intensa e penetrante o que nos levou a orgasmos simultâneos.
- Ohhhhhhhh... isso fode-me essa cona toda.
- Aiiii que bom... uiiiiii... ohhhhhhhh... gemidos denunciadores do êxtase que sentíamos, e com penetrações mais fortes as minhas mãos a puxarem pelas ancas dela esporramo-nos como dois animais loucos de tesão..
- Ohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh... ohhhhhhhhhhh... bom... bom... muito bom.
Adoramos estas loucuras e prazeres da carne.
Os nossos corpos continuavam em excitação...
Beijos, carícias e apalpadelas, chupei aquele bicos duros e tesos...
Arrancava gemidos de prazer!!!
Ela chupou-me o que me levou as nuvens.
Fui para cima dela, num missionario louco, penetrei-a naquela cona molhadinha e cheia de tesão.
Os lábios vaginais chupavam o meu caralho todo cada vez que saía de dentro dela...
Que mulher, que fogo... ohhhhhhhhhh tesão bom...
- Aiiiiiii isso fode-me fode-me... isso não pares...
- Aaiiiiiiii...aiiiiii.......
Explodimos em orgasmos loucos.... ela vinha-se toda, eu despejava toda a minha esporra naquela cona ainda mais húmida, deixando ainda mais encharcada, mas desta vez com o meu leite.
E ali ficamos...
Os corpos suados, com o cheiro a sexo.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Tocada

Quero os nossos corpos despidos, que se toquem ousados, nús, deitados, numa cama de plumas, erectos, sem pudor, ansiosos, suados...
Numa cama de desejos, no calor dos gemidos! 
A tua mão percorre-me o corpo, a tua língua húmida que me  e deixa pronto para ti, e eu, estático, parado, absorto, pronto a gemer, para ti.
Anseio...
Len - ta - men - te ... 
Eterno instante de prazer! 
Depois eu...
Miss Blue Eyes agita-se furiosamente enquanto eu lambo o clitóris e sinto tudo em volta efervescente e ouço:
- Não páres, não páres...
E não parava até não aguentares mais...
Pedes para entrar dentro de ti.
Agarro-te nos mamilos e sussurro ao teu ouvido o quão perfeita és, juntamente com uma trincadela na orelha.. 
Peço para me mostrares como e onde gostas de ser tocada e em seguida vendo-te os olhos, amarro-te à cama e toco-te naqueles sítios sem ordem especifica e sem saberes com que parte do meu corpo te toco..
O resto? O resto fica para a vossa imaginação..

Na minha boca

O som dos meus dedos encharcados, que penetravam a Miss Blue Eyes deixavam-na em êxtase.
Ela soltava gemidos enquanto olhava para mim.
Os meus pensamentos não paravam:
Miss Blue Eyes vem para cima da minha boca...
A minha língua não parava de penetrá-la, cada vez mais fundo, enquanto ela gemia alto.
A cabeça caía para trás...
Tocava nos seios, mordia-os, sentindo cada biquinho a endurecer...
- Sente isso, sente! 
Estás tão molhada. Não é bom?
Aquele olhar,  deixava-me louco. 
A suavidade das minhas mãos, faziam-na tremer.
Ela fazia movimentos para cima e para baixo com meus dedos embebidos pelo  prazer dela.
Eu queria penetrá-la, possuí-la ali mesmo!
Miss Blue Eyes afastou as pernas, nua por inteiro, e, num ato de poder puxou a minha cabeça de encontro àquele sexo quente maravilhoso. 
Os seus gemidos eram a sinfonia perfeita para a minha melodia.
Ela mexia os quadris tão pornograficamente na minha boca e eu a chupava mais...
Enfiei dois dedos, ela contorceu-se, implorando por mais. 
Eu não queria sair dali...
Queria ficar embebido por aquele corpo magnífico.
Miss Blue Eyes tremia com a minha língua descompassada tocando-lhe.
A minha mão estava toda encharcada...
Ela agarrou nos meus cabelos, e gemeu, gemeu bem alto...
libertando todo o seu prazer na minha boca.
Fiquei ali a receber cada gota da sua essência perversa.