Blue Eyes

Blue Eyes

sábado, 12 de setembro de 2015

Bruta foda

Recebo-a de camisa desapertada....
Ela diz:
- Quando te vejo fico logo doida.
Desapertou o soutien, tirou as cuecas e começamos nos amassos.
Ela já gemia!!!
Tirou-me o pau para fora e começou a mamar.
Primeiro a cabeça, depois enterrou todo na boca ...
Apertava-me as nádegas contra ela e engolia o caralho todo.
Disse-lhe que me ia esporrar...
Ela tirou da boca e continuou a punhetar ate me vir todo na cara...
Era só leite a escorrer!!!
Despi-lhe o vestido.
Chupei os mamilos, trinquei como ela gosta.
Abri as pernase comecei a mamar-lhe a cona, depiladinha e encharcada.
Ela gemia!!!
Saí da cona dela e fui lhe dar o sabor a boca.
Chupei de novo as mamas, esfregava o grelo encharcado, ela diz:
Lambe-me a cona, foda-se!
Voltei ao grelo e lambi, mamei...
Esporrou-se toda que nem uma cadela com o cio.
Agora vais ser toda fodida!!!!
Meti-lho na boca e ela chupou chupou e chupou enquanto lhe esfregava o grelo.
Coloquei-a de lado e espetei-lhe todo na cona enquanto lhe apertava as mamas.
Ela dizia:
- Ui ui fode, fode-me toda, fode.
Pedi-lhe para se por na posição de canzana e espetei-lhe todo a bruta ao mesmo tempo que lhe agarrava nas ancas e dava palmadas no cu.
Ela gemia gemia gemia...
- Só estas bem quando tas a levar nessa cona.
Bombei na cona.
Sentei-me...
Ela montou-me e começou a comandar.
Chupava-lhe as mamas enquanto ela fodia-me o caralho todo.
Ficou doida!!!
- Trata-me como uma puta ordinária.
Coloquei-a de novo de canzana dei-lhe por trás, a bruta....
Levou umas valentes palmadas, puxei-lhe o cabelo para trás e dei-lhe os dedos a chupar.
Ela chupava e dizia:
- Fode me, fode-me toda. Tou a precisar de uma boa foda.
Enquanto lhe espetava todo, disse lhe:
- Vou-me esporrar minha cadela.
Ela virou-se e disse:
- Aguenta só uns segundos...
Em segundos ela la esporrou-se toda, contorceu-se de prazer.
Virou-se para mim e disse:
- Esporra-te todo para mim...
- Quero ver esse leitinho a sair desse caralho.
- Anda, vem-te, da-me esse leitinho quente, esporra-te todo...

E assim o fiz...
Tirei o caralho de dentro daquela cona quente e totalmente húmida, comecei a bater uma punheta, e toda a minha esporra começou a sair para cima dela...
Ela gemia, delirava, ficava louca ao sentir os jactos, as gotas do leite quente a tocar-lhe na pele..
Esfregava o leitinho na pele como de creme corporal fosse.


2 comentários:

  1. Imagens maravilhosas de causar tesão a um morto. Fiquei deliciada
    .
    Quer saber o que vos conto em :
    ""Incesto: Sexo oral entre mim e o meu tio ""
    Então visite-me
    Bjus.

    ResponderEliminar