Blue Eyes

Blue Eyes

segunda-feira, 7 de março de 2016

No estacionamento

Levei a Miss Blue Eyes até ao carro...
Depois de o trancar, virei-a para mim e encostei o corpo dela ao meu.
Sentiu como eu estava excitado...
Só a fez gemer...
Desejava-me...
Abraçou-me e pressionei-me contra ela.
Estava encaixado no seu corpo.
Não conseguia esperar mais tempo. A vontade era incontrolável.
Levantei-lhe a saia até à cintura e... fodia, ali.

Sentiu a minha boca no pescoço, nas mamas, as mãos que afastaram coxas, a pressão do corpo de encontro ao ventre.
A minha excitação.
O beijo.
E sentiu-o entrar. 
O prazer de me sentir dentro dela.
Duro, quente, húmido.
Insistentemente.
Profundamente.
Os movimentos alucinados, os gemidos. 
Gemia-me ao ouvido e pedia mais...
- Fode-me, fode-me... és meu, fode-me toda, fode-me...
Delirava!!!!
Eu quero que te venhas. Agora e aqui, gritou!!!
Nós fodiamos.
O orgasmo que veio rápido foi avassalador...
Comecei a esporrar-me. Recebeu os primeiros jactos.
Que sensação extraordinária!!!
Delicioso.
- Aaahhh, que prazer.

Sem comentários:

Enviar um comentário