Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 31 de maio de 2016

Sexo é foder.

Esta noite é para foder no meio da serra! 
Podes crer que vai ser ... com esta lua... ui ui!!!
- Ao ar livre...
- Não vais ter frio!
Quando te começar a passar as mãos pelo teu corpinho, passa-te o frio!
Nem precisamos de nos despir.
- Não te imaginas a foder vestida?
A ideia é de foder vestidos, despindo apenas as cuecas, ao ar livre e no meio da serra...
Desapertas-te o fecho e libertas-te o meu caralho com as veias bem salientes.
Debruças-te sobre o meu corpo e começas-te a mamar o pau, macio. As tuas mãos deslizavam por ele, apertando suavemente, massajando, numa punheta lenta, os teus lábios continuavam a rodear e a língua saboreava a minha pele. 
Abocanhas-te, enquanto ouvias o som dos meus gemidos.
- Ai gata esporro-me todo!
Continuas-te, mamavas devagar.
- Não aguento mais! Porra... Vou-me esporrar!
Foi divinal...
As minhas mãos na tua cona, o tesão do broche, e sempre duro e hirto, deram-me vontade para te foder.
Aqui, e já!!!
Tiras-te a cuequinha, encaixei o meu caralho rijo e pulsante na tua cona que se enterrava dentro de ti.
Vinhas-te desalmadamente.
Tão delicioso que a Miss Blue Eyes vinha-se uma e mais outra e ainda outra vez. Gritava e pedia :
- Fode, fode, fode, fode, fode, fode.
Não aguentei mais, e os jactos de esporra entravam dentro dela.
Tinha a cona cheia do meu néctar.
Ficámos abraçados, com ele ainda rijo dentro dela.
O meu prazer era o prazer dela.
Foi uma brasa, uma satisfação...
Isto era sexo! Sexo! Sexo! Isto era foder foder foder. Sexo, foder. 
Sabe tão bem foder assim !!!!!!!!!!!!!!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário