Blue Eyes

Blue Eyes

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Orgasmo divinal

O desejo já era muito para resistir mais tempo.
Ele agarrou-me e beijou-me, despimo-nos, comecei a acariciá-lo, dando-lhe beijos pelo corpo e roçando as minhas mamas no corpo dele.
Entre movimentos roçava o meu clitóris.
Uma explosão de beijos tórridos e toques de mãos, senti-o quase entrar em mim, desci até ele e chupei-o, enquanto ele vibrava de prazer.
Vou para cima dele fazendo com que o caralho entrasse dentro de mim enquanto ele virava os olhos e mordia os lábios, o que me provocava uma excitação louca. Sentia tudo bem dentro de mim, o que acabou por me provocar um orgasmo divinal.
Acelerei até que ele atingiu o ponto máximo da erupção.


Sem comentários:

Enviar um comentário