Blue Eyes

Blue Eyes

terça-feira, 2 de agosto de 2016

No aperto das tuas coxas

E dizes-me, no meio de um sorriso deslumbrante:
- Hoje, eu quero ser tua. 
Selo com um beijo a tua boca. 
Que bom deixar-te toda nua!! 
Que maravilha!! 
Que delícia tesão foder contigo!! 
Entonteces-me com o teu cheiro. 
Desorientas-me quando entregas as tuas mamas à minha boca. 
Atordoas-me quando saboreio o teu gosto de mulher. 
Deixas-me tão louco quando gemes. 
Enlouqueces-me quando me dás o teu mel. 
Que delírio... 
Quando tu me acolhes entre as tuas pernas. 
Dentro de ti... 
Já não sei, nem quero, controlar-me. 
No aperto das tuas coxas, o prazer é formidável. 
As carícias da tua vagina são arrebatadoras. 
Sabes que me levaste ao limite da loucura. 
Na tua boca... Venho-me. 
Tens-me a gemer, desvairado, doido. 
Tens-me. 
Na tua boca, derramo o meu esperma num orgasmo colossal.

1 comentário: