Blue Eyes

Blue Eyes

sábado, 27 de maio de 2017

Estremecer

Ainda com ela de quatro...
Agarrei-lhe nas mãos com que se apoiava e segurei-a pelos braços, como se de duas cordas se tratassem, ao mesmo tempo que a penetrava com uma força destruidora.
O cabelo balançava-lhe em câmara lenta, a cama chorava por todas as juntas, os gemidos estremeciam as janelas e eu vim-me, por fim e euforicamente, nas costas dela.

Sem comentários:

Enviar um comentário