terça-feira, 30 de outubro de 2018

Há prazeres que não se explicam, sentem-se...

TU!
Sabes-me a pecado...
Adoro o teu cheiro que me deixa louca de tesão...
Adoro a adrenalina que me fazes sentir...
Adoro ficar encharcada por ti...
Adoro o teu toque que me deixa a arquear e a soltar os verbos todos...
Adoro ficar de pernas bambas quando me tiras os demais orgasmos...
Adoro sentir-te na minha boca, e ouvir os teus gemidos enquanto o faço...
Adoro sentir-te dentro de mim...
Deixas-me sedenta e faminta de e por ti...
Adoro ouvir os nossos corpos a bater, ficarmos vidrados um no outro...
Adoro quando me fodes e eu peço-te mais e mais...
Adoro quando fazemos amor e sinto o teu carinho á mistura...
Adoro que sejas o meu vício...

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Tremo

O dia está mais do mesmo, esquisito...
Sim, é o tempo dele...
Mas com este tempo apetece-me recostar-me...
No sofá, esticada e com menos roupa possível...
O vento está lá fora, aqui está a temperatura ideal...
E os meus pensamentos voam, adoro ter a mente a trabalhar...
E quando isso acontece, involuntariamente toco-me...
Adoro sentir-me molhada e com o corpo a tremer...
O meu tesão a flor da pele, e os meus dedos dentro de mim...
Fecho os olhos e imagino-te aqui...
Os meus gemidos aumentam a cada movimento...
Mas ainda não quero atingir, adoro prolongar o meu prazer...
O meu calor faz-se sentir cada vez mais...
O meu corpo obedece...
Grito!

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Ir como se os dedos tivessem olhos

Sempre gostei de brincadeiras, na mesa.
Senta-te ao meu lado, frente! 
Estás proibido de tentar ver por debaixo da mesa..
Só podes sentir a minha femininade..
Já tirei as minhas cuequinhas.. 
Dá-me agora a tua mão esquerda.. 
Toma! Sente como me deixas... 
Já me sinto tão húmida
Puta que pariu!!!!! 
Que delírio, que vontade, que puta de tesão!
O meu corpo já está em ebulição. 
Fervendo de desejo, tremendo de excitação.. 
O calor era tanto que me sentia a queimar. 
Cada toque que me arrepia!
As mãos...
Os dedos!!!!
Hummm...
Junta um, e depois outro dedo a festa.. 
Ufa, não consigo controlar os meus gemidos, já demasiados sonoros (Mas também já não me importo muito com isso)...
Agora, vai lá conferir se sou ou não Mulher...
Aaaaah aquela língua que tanto me roça, que tanto me "viola". Circula dentro e fora de mim como se de um chupa chupa se tratasse!
Que gozo que isto lhe dá , que prazer que isto me dá! 
Perdi todo o controlo do meu corpo que se vai mexendo por si próprio, vai seguindo os movimentos que ele me dá..
Com aquele ar dominador enquanto morde o lábio outra vez e "atira-me-me" para cima da mesa levanta-me o vestido à bruta, e... 
Num deslizar lento mas decidido e de uma vez só , faz-me soltar um gemido! 
As respirações ofegantes aceleram a cada estocada dele, a cada uma delas vou gemendo mais alto, vou pedindo mais e mais..
Está tudo tão rápido, tão forte, tão bom...
Penso para mim : " Não aguento mais, Ai, não aguento mais! Não pares agora!!!!!!"
Essa é a regra..!

Obedeço

Fechei os olhos e imaginei o cenário :
thekinkyshitwedo:
“ I never wonder why I married her….
”Queria que me mandasses me sentar na cama, vendavas-me os olhos, e prendesses-me as pernas, meia abertas aos pé da cama. Deixando as minha mãos livres.
A partir daí, terias apenas com a tua voz me guiar.
Tiravas-me o vestido, e deixavas-me apenas de roupa interior.
Agora mandas-me imaginar, os dedos a tocar cada curva do meu corpo...
E que imaginasse também que me tivesses a contornar a minha tatuagem, bem devagarinho.
Ups, comecei a arrepiar-me e a querer tocar-te de volta, mas tu vais-te afastando sempre que vou tentando.
Agora pedes que te imagine a tirar o meu sutiã, sendo que vais tirando-o sem me tocares...
Pedes-me para continuar a imaginar tudo isso, mas agora também imagino que me vais beijando os seios, já durinhos da excitação que já se começa a sentir na minha respiração cada vez mais acelerada.
sexualfrustration-x-x-x:
“ For more, follow: XXX
”Agora tiras-me as cuecas, e vais me afastando as pernas um bocadinho. Ajoelhas-te a minha frente, e desta vez pegas-me na cintura e já sinto a tua respiração, também já acelerada, e agora beijas-me, e deixas-me mais excitada ainda.
Mas... Afastas-te outra vez, e mandas-me desta vez sentir o quanto eu estou molhada, e vais guiando a minha mão, e agora sim, sinto-me tão molhada, taooo molhada..
De seguida dizias para desta vez parar de imaginar, e usar o meu dedo.
Mandas desenhar círculos perfeitos. Tão perfeitos que já estou a soltar uns gemidos.
Então mandas-me acelerar, e assim obedeço. Já estou quase a não aguentar mais que vou acelerando cada vez mais, até que... 
Me dizes "vem-te para mim"..
Era o que queria que me fizesses se estivesses aqui...

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Sinto-me um vulcão nas tuas mãos

Há coisas que não se explicam, sentem-se...
Sempre ouvi dizer: "quem espera sempre alcança", mas também existe a frase: " quem espera, desespera"...
A tua presença é o rastilho...
O teu toque deixa-me ofegante...
Fico a ferver...
Compensa-me, sei que mereço...
Arranca-me os gemidos...
Faz-me contorcer de desejo...
Quero que me fodas agora, preciso de sentir-te...
Sou tua, só tua...